Chefe do PCC responsável por negociar drogas com máfia italiana é preso


Foto: Reprodução / Arquivo Pessoal

Policiais civis prenderam, na manhã deste domingo (15), o suspeito de administrar a exportação de drogas do Primeiro Comando da Capital (PCC) a partir do porto de Santos, no litoral de São Paulo.

André de Oliveira Macedo, conhecido como André do Rap, exercia o cargo que é de extrema confiança dentro da organização criminosa paulista.

Antes dele, quem administrava o comércio era Rogério Jeremias de Simone, o Gegê do Mangue, então número um do PCC em liberdade.Ele foi assassinado, junto a seu parceiro Fabiano Alves de Souza, o Paca, porque, segundo investigações, ambos estavam roubando dinheiro da própria facção.

André do Rap era aliado de Wagner Ferreira da Silva, o Cabelo Duro, que foi assassinado, a tiros de fuzil, como queima de arquivo, porque esteve envolvido nos homicídios de Gegê do Mangue e Paca. Atualmente, André do Rap era apontado como o homem de confiança de Gilberto Aparecido dos Santos, o braço direito de Marco Willians Herbas Camacho, o Marcola, em liberdade.

Havia a suspeita, até então, entre investigadores, de que André do Rap ou estivesse vivendo no Paraguai ou Bolívia, assim como Fuminho, ou que tivesse sido assassinado, por seu passado de parceria com Gegê do Mangue e Cabelo Duro. Suspeitava-se, também, que seu corpo poderia ter sido jogado ao mar, também como queima de arquivo.

André do Rap foi preso na manhã de hoje por policiais civis da delegacia de anti-sequestro de São Paulo em Angra dos Reis, no Rio de Janeiro. “É o substituto do Cabelo Duro, responsável pelo tráfico internacional em favor do Marcola”, afirmou à reportagem um policial envolvido na captura.

“É o terceiro homem de influência do PCC preso em 45 dias pela polícia. Dois haviam sido capturados pelo Departamento Estadual de Investigações Criminais (Decic) e, agora, este, pela delegacia anti-sequestro”, complementou.

Segundo a Polícia Civil, durante diligências, uma equipe policial encontrou André do Rap junto de outros três criminosos. Todos eles eram procurados pela Justiça e ligados à organização criminosa paulista.

Foram apreendidos em poder dele um helicóptero e uma lancha de luxo. Ele era procurado por tráfico internacional de drogas e, segundo investigadores, além do porto de Santos, comandava o tráfico de cocaína no estado do Pará, que está entre os mais violentos do país.

Além disso, seria um dos homens responsáveis pela negociação direta com Nicola Assisi, mafioso italiano preso em julho passado na Praia Grande, litoral paulista. Também foi preso na mesma ação o filho do mafioso, Patrick Assisi.

Ambos seriam os correspondentes da máfia calabresa ‘Ndrangheta na América do Sul.

Para operar no Brasil, a ‘Ndrangheta estabeleceu acordos com o PCC, facção forte no estado de São Paulo, entre outros. Em dois anos, ao menos três homens com cargos de liderança na Itália estiveram com a organização brasileira.

Existe a suspeita de que outros dois também estejam ou tenham passado por São Paulo com a mesma finalidade. André do Rap está sendo ouvido hoje no Departamento de Operações Policiais Estratégicas (Dope), órgão da polícia paulista.

A reportagem não conseguiu localizar sua defesa.

Segundo o procurador de Justiça Márcio Sérgio Chritino, que investigou o PCC no início da facção, André do Rap era um dos herdeiros de Gegê do Mangue. “É chefe. Mas o Gegê deixou muitos herdeiros, sendo que nenhum centralizado em tudo o que fazia”, explica. Bahia Notícias

Ansiedade: quando o medo do amanhã me sequestra o hoje


Mulher com insônia. (Foto: Envato / amenic181)

O Brasil é o país da maior festa da humanidade – o carnaval. Tornou-se um patrimônio cultural do mundo. É o campeão da folia, mas também em transtorno de ansiedade. O Brasil sofre uma epidemia de ansiedade.

Segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), o País tem o maior número de pessoas ansiosas do mundo: 18,6 milhões de brasileiros (9,3% da população) convivem com o transtorno.

Tal País, no entanto, é o maior País cristão do mundo. Ainda assim temos índices altíssimos de violência, corrupção, fome, depressão e suicídio (33/dia).

O que é a ansiedade?

A ciência diz que é uma sensação ou sentimento (reações inerentes ao ser humano) decorrente da excessiva excitação do sistema nervoso central consequente à interpretação de uma situação de perigo. O perigo não adoece. O que adoece é a interpretação que o indivíduo faz de uma situação de perigo.

Para a psicologia, a ansiedade é um estado emocional de apreensão, uma expectativa de que algo ruim aconteça. Enquanto o medo tem um objeto definido, a ansiedade é uma emoção difusa, voltada para o futuro.

Outra definição é: uma preocupação intensa, excessiva e persistente e medo de situações cotidianas.

Para o meu pastor e mentor, Neil Barreto, o ansioso é vítima de um sequestro existencial.  Para ele, a ansiedade é o desejo de controle e antecipação do futuro unida ao medo de tal controle e antecipação do futuro não acontecerem.

Então, qual é o problema da ansiedade?

É que nós já sabemos inconscientemente que esta possibilidade, de antecipar e controlar o futuro, é uma falácia. Não podemos lidar com os “amanhãs”. Tudo o que temos é o “agora”.

Na prática, a ansiedade é um sentimento que, de qualquer forma, frustrará quem o possui. Quem foi sequestrado pela ansiedade não poderá viver uma vida plena. Ou a gente remonta a nossa própria percepção do futuro a partir da realidade vivida no presente, ou a gente viverá cada “hoje” nosso angustiado e frustrado.

Eu também diria que a ansiedade é um tipo de incredulidade, uma negação da soberania de Deus. O cristão deveria sempre abandonar tais sentimentos e sensações de forma livre e consciente, pois as promessas do evangelho nos apontam para um futuro de glorificação e alegria eterna.

Três caminhos para a liberdade da prisão que é a ansiedade:

  • Troque a ansiedade pela comunhão com Deus (Filipenses 4.6-9);
  • Pregue a si mesmo o evangelho. Diga ao próprio coração que o seu socorro vem do Senhor (Salmos 121);
  • Mude hábitos, reconheça limitações e separe um tempo nutrir seus relacionamentos. Maycson Rodrigues

Em Brasília, prefeito Silvany Barros tem encontro com chefe de gabinete do ministro da Defesa Civil


Foto: Divulgação | Levy Barros

O prefeito Silvany Barros esteve em Brasília acompanhando a secretária de saúde do município Marcela Torres na última quarta-feira (11), na oportunidade, o prefeito de Manoel Vitorino esteve com Wesley Felinto, chefe de gabinete do secretário da defesa civil em Brasília e entregou o decreto que foi homologado no estado, para também ser homologado pelo governo federal. De acordo com o gestor municipal, o decreto vai ajudar a amenizar os sofrimentos do homem do campo, que vai poder contar com o abastecimento de água potável e ao mesmo tempo receber o auxílio do poder público para enfrentar o período de estiagem com mais qualidade de vida. Levy Barros

Foto: Levy Barros | Divulgação

Após fugir da PRF bandido é detido por policiais da CIPE Central em Manoel Vitorino


Foto: Divulgação

Na tarde de quarta feira (11), uma equipe de PRFs deu ordem de parada a um veículo modelo Agili LTZ, o motorista desobedeceu a ordem de parada e fugiu. Os policiais rodoviários federais iniciaram uma perseguição na rodovia, mas os bandidos abandonaram o carro e embrenharam na caatinga. No interior do carro foi encontrado 1 quilo de substância com características análogas a cocaína e uma pistola PT 100 da marca Taurus, calibre .40, com numeração raspada e dois carregadores vazios. O carro tem registro de furto e roubo datado de 24 de julho de 2019, ocorrência registrada na cidade baiana de Lauro de Freitas. A PRF pediu apoio a CIPE Central e policiais militares da cidade de Manoel Vitorino, que entraram na mata e conseguiram deter um dos suspeito, Kaike dos Santos Batista, morador da cidade de Jequié e velho conhecido da polícia, mas o comparsa conseguiu fugir. Kaike, a arma e o entorpecente foram encaminhados para a Polícia Civil. Jr. Mascote

Manoel Vitorino: Seca faz cidade entrar na lista das 199 com decretos de emergência


Foto: Portal Catingal

Mais uma cidade baiana que sofre com seca entra na lista dos municípios com decreto de emergência reconhecido pelo Estado. Nesta quarta-feira (11) foi a vez de Manoel Vitorino, no sudoeste. Segundo informações da Defesa Civil estadual [Sudec], a cidade tem 75% da populaça afetada pela seca, ou 9,9 mil dos 13,2 mil habitantes, conforme última previsão do IBGE deste ano.

Através do decreto de emergência, a prefeitura pode pedir ajuda de órgãos públicos, como apoio de carros-pipa, e contratar sem exigência de licitação. A seca é considerada mais critica que a estiagem. Enquanto na última, o município passa um período [de abril a julho] sem chuvas. Na seca, o município passa dois [de abril a julho e de novembro a fevereiro] sem precipitações.

Manoel Vitorino se soma aos outros 198 municípios com decretos de emergência por seca e estiagem na Bahia. Em todo o estado, 4,3 milhões são prejudicados pela falta de água e chuva, o que representa 29,3% dos 14,8 milhões de baianos. Bahia Notícias.

Secretária de Saúde de Manoel Vitorino se encontra com Ministro de Saúde em Brasília


Foto: Divulgação | Levy Barros

A secretária da Saúde, Marcela Torres, está hoje (11), em Brasília com a missão de buscar melhorias para a Saúde de Manoel Vitorino. Durante o encontro, a titular da pasta se encontrou com ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta e o deputado federal Antônio Brito. Marcela fez pedidos importantes que vai alavancar a saúde do município ainda mais.

Ainda de acordo com a secretária, acompanhada do prefeito Silvany Barros, tiveram uma recepção calorosa com o ministro Mandetta, que a ouviu atenciosamente sobre as demandas que o município de Manoel Vitorino precisa para continuar fazendo saúde de qualidade para nossos munícipes.

Aproximar os municípios do Governo Federal é uma iniciativa do Presidente Bolsonaro. Cabe aos parlamentares que representa os municípios, fazer a interlocução entre municípios e governo federal e o deputado Antônio Brito vem cumprindo o seu papel quanto representante de Manoel Vitorino.

Breve teremos uma exclusiva com a secretária Marcela Torres que vai nos contar as novidades que estão por vir nos próximos meses para Manoel Vitorino.

Val Baiano desmente Fake News e reafirma, Silvany ressuscitou o esporte em Manoel Vitorino


Em entrevista ao Jornalista Levy Barros, Val Baiano disse que o prefeito Silvany Barros ressuscitou o esporte de Manoel Vitorino que estava morto em várias modalidades.

Val desmentiu notícias falsas a seu respeito, que afirmava que ele chamou o esporte de Manoel Vitorino de defasado, quando na verdade, Val foi o grande responsável, juntamente com o prefeito Silvany, de ter levado a seleção de Manoel Vitorino a semifinal da Copa Intervale 2019.

Acompanhe a entrevista com o Atleta…

O descaso da extrema-imprensa sobre as acusações contra Rodrigo Maia


Rodrigo Maia. (Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)

A Polícia Federal abriu inquérito contra o Presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM), acusando-o dos crimes de corrupção, lavagem de dinheiro e o inovador “Caixa 3”, que é quando o verdadeiro doador da campanha eleitoral é ocultado no processo que deveria se adequar aos trâmites legais.

Nesta modalidade sofisticada de corrupção, uma empresa é utilizada para fazer uma doação financeira que aparentemente soa dentro da legalidade, mas não é o que acontece.

Tal empresa que aparece como sendo “a doadora” na campanha do político acaba sendo beneficiada pelo verdadeiro doador – que foi ocultado – por meio de acordos ou facilitações comerciais, e geralmente a verba paga para essa empresa é oriunda da corrupção.

Agora, caro leitor, pense um pouco. Se você fosse do meio jornalístico e uma notícia como esta chega às suas mãos, você hesitaria em publicá-la?

Pois bem. Me parece que boa parte da imprensa brasileira está de joelhos, subserviente ao Congresso Nacional e, em especial, à figura do líder do Centrão e Presidente da Câmara que é o grande articulador de todas as tentativas antirrepublicanas possíveis de se tentar um aumento da verba pública para financiamento de campanha eleitoral.

E tenho para mim algo simples e objetivo: que tal postura destes setores do jornalismo tupiniquim se dá por pura aversão ao atual Governo.

Caso minha impressão se configure legítima, quem mais perde com isso tudo é a nação, que acaba padecendo nas mãos daqueles que só lutam pela demagogia, e não pela democracia.

Uma notícia tão contundente como esta não é digna do rodapé de nenhum grande jornal. Deveria estampar as capas da Veja, do Estadão, da Folha e do O Globo, no mínimo. No entanto, tem sido notório que estes veículos estão mais preocupados em publicar 20, 30 matérias sobre a Amazônia enquanto ignoram que, por baixo dos panos, estão tramando e labutando pela manutenção do status quo da corrupção sistêmica, o que tão somente favorece a perpetuação de caciques políticos como Maia no poder.

E assim vão cismando que o problema último do Brasil é o novo Presidente da República e sua equipe. O STF é justo; o Congresso é patriota e só o Governo que é um desastre.

Só acredita quem quer.