Que fim levaram os adolescentes que pegaram carona no para-choque do caminhão?


Foto: Reprodução

Eles costumam ficar perambulando na beira do asfalto em Manoel Vitorino na Bahia. O garoto Antônio Carlos, mais conhecido como Gordo, já foi pauta de outras notícias neste blog. No início da semana passada, como sempre, Gordo estava sem nada para fazer e se juntou com o menino Douglas, que também estava meio desocupado e foram para o primeiro quebra-mola do asfalto da Avenida Rio Bahia para descolar uma carona até o último quebra-molas da cidade na saída para Jequié.

O que Gordo e Douglas não esperavam era que o caminhoneiro estivesse com um pouquinho de pressa. Caminhoneiro sentou-li o pé e Gordo que já tem experiência nesse tipo de carona, alertou a Douglas ainda inexperiente que, não dava para pular do caminhão em alta velocidade. Um internauta que seguia em um carro de passeio atrás do caminhão filmou o momento em que o caminhoneiro acelerava o caminhão, uma mulher que estava no carro de passeio mostrou o momento em que Douglas chorava de pavor e medo do que podia acontecer com eles, que se seguravam como podia para que o pior não viesse acontecer.

O caminhoneiro não foi identificado, mas o caminhão é da empresa Atlas Brasil Transportes. Não se sabe se o motorista do caminhão era conivente com a situação ou se desconhecida a “carga extra” que estaria transportando.

Internautas ficaram preocupados com a integridade físicas das crianças e querem saber que fim levou a história complicada dos garotos.

Gordo e Douglas já estão em Manoel Vitorino e estão bem, agora é esperar que Douglas tenha aprendido a lição, já Gordo, não sei, pode ser que tenha aprendido também.

 Garoto de Manoel Vitorino se encontra perdido no centro de Ipatinga em Minas Gerais

✔ Garoto de Manoel Vitorino continua em situação de rua em Ipatinga Minas Gerais

✔ Conselho Tutelar de Ipatinga prepara para enviar Antônio Carlos de volta à Manoel Vitorino

✔ Muita emoção e alegria no reencontro da família com Antônio Carlos em Ipatinga em Minas Gerais

Além de ser uma atitude bastante perigosa, que pode provocar graves acidentes, pegar rabeira de caminhão ou qualquer outro veículo é considerado crime periclitação, ou seja, quando a atitude oferece risco à própria vida e a de terceiros. Mesmo assim, a punição não chega a ser pesada com o condenado apenas tendo que prestar serviços comunitários.

Na internet os garotos viraram memes em menos de duas hora após a publicação do vídeo nas redes sociais, separamos aqui as mais engraçadas 😂

 

Elias Silva se apresenta em Manoel Vitorino na Bahia


Foto: Divulgação

O cantor gospel Elias Silva, um dos mais requisitados nomes da música gospel, se apresentará na cidade baiana de Manoel Vitorino, a festa será promovida pelo Pr. Cláudio Nunes na Igreja Assembleia de Jesus Cristo.

O evento está marcado para o dia 25 de outubro. O Cantor e Pastor Elias Silva possui um repertório eclético, com inspiradas composições e agrada públicos de várias denominações. Outro diferencial do cantor, são as ministrações durante os louvores.

‘Dona Maria’, como era conhecida Jasiane Silva Teixeira, foi capturada por equipes da Polícia Civil e SI da SSP


Fotos: Divulgação SSP

A maior traficante de drogas da Bahia, Dama de Copas do Baralho do Crime da Secretaria da Segurança Pública foi capturada, nesta quarta-feira (25), na cidade de Mogi das Cruzes, em São Paulo. Jasiane Silva Teixeira, a ‘Dona Maria’, foi alcançada por equipes da Polícia Civil e da Superintendência de Inteligência da Secretaria da Segurança Pública.

Além da distribuição de drogas, a criminosa tinha envolvimento com homicídios, corrupção de menores, roubos, falsificações, tráfico de armas, entre outros crimes. Natural de Vitória da Conquista, ela comandava uma facção atuante na região Sudoeste da Bahia, com ramificações nos estados de Minas Gerais e São Paulo.

Possuidora de três mandados de prisão e condenação, Dona Maria será trazida para Bahia onde responderá pela extensa ficha criminal.

“Excelente trabalho de inteligência. É este tipo de resultado que coloca a polícia baiana entre as melhores do Brasil. Parabéns aos policiais civis. A população baiana agradece”, comemorou o secretário da Segurança Pública, Maurício Teles Barbosa.

Médicos preferem deixar trabalho a serem obrigados a fazer aborto ou cirurgia de gênero


Médico. (Foto: Online Marketing / Unsplash)

Nos Estados Unidos há um crescente debate acerca do direito de consciência que tem colocado médicos e enfermeiros contra seus empregadores quando estão diante de casos onde são obrigados a fazer procedimentos aos quais se opõem por razões morais.

Dois exemplos são a realização do aborto e realização de cirurgia de mudança de sexo.

O caso é tão intenso que o governo de Donald Trump está executando novos regulamentos para implementar e fazer cumprir cerca de 25 leis de consciência.

À CBN News, o Dr. Davis Stevens, CEO emérito da Christian Medical & Dental Associations (CMDA), explicou que a importância da defesa do direito de consciência.

“O direito de consciência é a liberdade de praticar atendimento médico de acordo com suas convicções religiosas, morais ou éticas profundamente enraizadas”.

Uma pesquisa realizada pela Heart + Mind Strategies mostra que os norte-americanos estão ao lado dos médicos e do direito de consciência deles.

Para 83% dos entrevistados, médicos e enfermeiros não devem ser forçados a executar procedimentos que eles rejeitam moralmente. O estudo também revelou que 85% das mulheres mantêm essa visão.

“Também vimos um forte acordo entre as filiações partidárias: 93% dos republicanos, 78% dos democratas, 81% dos independentes e 76% dos libertários”, disse Greg Schleppenbach, da Conferência dos Bispos Católicos dos EUA (USCCB), que co-patrocinou o pesquisa.

Ainda segundo a pesquisa, 91% dos médicos cristãos disseram que iriam embora de seus trabalhos caso fossem obrigados a violar sua consciência.

“Enquanto conversamos com nossos membros, essa é a questão mais importante para eles. E eles percebem que se perdermos essa batalha, eles não estarão mais praticando medicina”, observou Stevens.

A pesquisa mostra também que 97% dos profissionais de saúde baseados na fé insistem em cuidar de pacientes em necessidade, independentemente de sua orientação sexual, identificação de gênero ou casamento homossexual.

Contudo, eles relatam serem vítimas de preconceito por conta de sua fé. Um caso clássico foi da enfermeira de Vermont que foi forçada a participar de um aborto e depois foi demitida, o que gerou um processo contra o Estado.

Na Flórida, uma médica foi rejeitada para o emprego em uma clínica porque os ginecologistas e obstetras daquele hospital tomaram conhecimento de que ela era membro de uma associação pró-vida. G.Prime

Cientistas descobrem Edom, reino fundado por Esaú


Arqueólogos escavam em Edom. (Foto: E. Ben-Yosef e do Projeto Central Timna Valley)

Pesquisadores israelenses descobriram evidências que sustentam o relato bíblico do antigo reino de Edom, citado em Gênesis 36 como sendo fundado por Esaú.

Edom existiu durante os séculos 12 a 11 a.C, e estava localizado na Transjordânia, entre Moabe, a nordeste, Arabah, a oeste, e o vasto deserto da Arábia, ao sul e leste.

Os relatos bíblicos dizem que a terra de Edom era muito próspera antes de “qualquer rei israelita reinar”, mas não havia nenhum registro arqueológico confirmando que essa terra realmente existia, levando muitos estudiosos a duvidarem do relato bíblico.

Um estudo inovador publicado no PLOS One fala sobre o achado de uma equipe de cientistas israelenses e americanos que descobriu que Edom realmente existia na época que a Bíblia descreve.

“Usando a evolução tecnológica como proxy dos processos sociais, fomos capazes de identificar e caracterizar o surgimento do reino bíblico de Edom”, explicou o professor Ben-Yosef, da Universidade de Tel Aviv, no Central Timna Valley Project .

“Nossos resultados provam que aconteceu antes do que se pensava anteriormente e de acordo com a descrição bíblica”.

Ben-Yosef, o professor Tom Levy, da Universidade da Califórnia, em San Diego, e sua equipe foram ao deserto de Arava, no atual Israel e na Jordânia, para analisar a fonte da riqueza do reino: o cobre.

Especificamente, a equipe analisou a escória, o resíduo restante da extração de cobre, para determinar que Edom não só existia no momento em que a Bíblia descreve, mas também que era poderoso e tecnologicamente avançado.

“Com técnicas avançadas de análise química, análise arqueológica e investigação microscópica, conseguimos entender como as pessoas produziam cobre e descobrir se ele era organizado por um corpo central de pessoas. Os resultados são surpreendentes e eles nos dizem que algo o grande estava acontecendo muito cedo, pelo menos no século 11 a.C”, disse Ben-Yosef à CBN News.

A análise do cobre data o reino de Edom cerca de 300 anos antes do que se pensava – exatamente na época em que a Bíblia diz e antes de qualquer rei governar os filhos de Israel.

“Ele apóia a noção de que de fato não só havia pessoas na região naquele período, mas um reino forte. Foi responsável por tornar essa indústria de larga escala na produção de cobre. Você não pode exagerar a importância do cobre na época”, completou o pesquisador.

O cobre era um material precioso usado nos tempos antigos para criar armas, ferramentas agrícolas e muito mais. “Se você queria ser forte, precisava ter cobre”, disse Ben-Yosef.

A equipe também encontrou evidências ligando Edom a outro grande evento bíblico – a invasão da Terra Santa pelo faraó Shoshenq I (o bíblico “Shishak”), que despediu Jerusalém no século 10 a.C.

Ben-Yosef disse que o faraó não estava interessado em destruir os edomitas, mas apresentou-os à tecnologia de cobre que transformou completamente a região.

“Como consumidor de cobre importado, o Egito tinha um grande interesse em agilizar a indústria. Parece que, através de seus laços de longa distância, eles foram um catalisador de inovações tecnológicas em toda a região. Por exemplo, o camelo apareceu pela primeira vez na região imediatamente após a chegada de Shoshenq I”, disse ele.

Ben-Yosef explicou que suas novas descobertas sugerem fortemente que a Bíblia estava certa, mesmo quando as evidências arqueológicas originais não pareciam somar.

“Nossas novas descobertas contradizem a visão de muitos arqueólogos de que o Arava foi povoado por uma aliança frouxa de tribos, e eles são consistentes com a história bíblica de que havia um reino edomita aqui”, concluiu Ben-Yosef. G.Prime

Michelle Nascimento desabafa após morte de pastor e diz lutar contra pensamentos suicidas


Foto: Reprodução

Michelle Nascimento, que atua como pastora e cantora pentecostal, comentou o triste episódio envolvendo o suicídio do pastor Jarrid Wilson e fez um desabafo, lembrando que ela própria lida com a depressão e pensamentos suicidas.

No Instagram, a artista compartilhou dados sobre a abrangência da depressão nos dias atuais e sintomas, além de abordar problemas relacionados ao diagnóstico e efeitos colaterais dessa avaliação equivocada.

A respeito de Jarrid Wilson, a pastora afirmou que “ninguém pode julga-lo pois sabemos que a luta não é fácil”, e acrescentou: “Depressão e pensamento suicida é a coisa mais triste e dura que podemos passar eu passo ainda por isso. Vc sabia? Minha luta não é fácil. Eu levanto a bandeira e entro nessa guerra pelos meus irmãos”.

“A depressão é um transtorno mental frequente. Em todo o mundo, estima-se que mais de 300 milhões de pessoas, de todas as idades, sofram com esse transtorno. A depressão é a principal causa de incapacidade em todo o mundo e contribui de forma importante para a carga global de doenças”, contextualizou Michelle Nascimento.

A pastora disse ainda que “mulheres são mais afetadas que homens” pela depressão e se aprofundou sobre a descrição da doença: “A condição é diferente das flutuações usuais de humor e das respostas emocionais de curta duração aos desafios da vida cotidiana. […] A depressão pode se tornar uma crítica condição de saúde. Ela pode causar à pessoa afetada um grande sofrimento e disfunção no trabalho, na escola ou no meio familiar”, alertou.

“Na pior das hipóteses, a depressão pode levar ao suicídio. Cerca de 800 mil pessoas morrem por suicídio a cada ano – sendo essa a segunda principal causa de morte entre pessoas com idade entre 15 e 29 anos. Embora existam tratamentos eficazes conhecidos para depressão, menos da metade das pessoas afetadas no mundo (em muitos países, menos de 10%) recebe tais tratamentos”, informou Michelle Nascimento.

Por fim, ela destacou que falta de recursos, de profissionais treinados e o estigma social se colocam como “obstáculos” que a pessoa sofrendo de depressão precisa transpor. “Em países de todos os níveis de renda, pessoas com depressão frequentemente não são diagnosticadas corretamente e outras que não têm o transtorno são muitas vezes diagnosticadas de forma inadequada, com intervenções desnecessárias”, concluiu.

View this post on Instagram

@jarridwilson 💛 Ninguém pode julga-lo pois sabemos que a luta não é fácil. Depressão e pensamentos suicidas é algo muito triste se viver. #setembroamarelo @rodrigoassuncaodoutor #depressao #Suicidio #depressaonaoéfrescura A depressão é um transtorno mental frequente. Em todo o mundo, estima-se que mais de 300 milhões de pessoas, de todas as idades, sofram com esse transtorno. A depressão é a principal causa de incapacidade em todo o mundo e contribui de forma importante para a carga global de doenças. Mulheres são mais afetadas que homens. No pior dos casos, a depressão pode levar ao suicídio. Existem vários tratamentos medicamentosos e psicológicos eficazes para depressão. A depressão é um transtorno comum em todo o mundo: estima-se que mais de 300 milhões de pessoas sofram com ele. A condição é diferente das flutuações usuais de humor e das respostas emocionais de curta duração aos desafios da vida cotidiana. Especialmente quando de longa duração e com intensidade moderada ou grave, a depressão pode se tornar uma crítica condição de saúde. Ela pode causar à pessoa afetada um grande sofrimento e disfunção no trabalho, na escola ou no meio familiar. Na pior das hipóteses, a depressão pode levar ao suicídio. Cerca de 800 mil pessoas morrem por suicídio a cada ano – sendo essa a segunda principal causa de morte entre pessoas com idade entre 15 e 29 anos. Embora existam tratamentos eficazes conhecidos para depressão, menos da metade das pessoas afetadas no mundo (em muitos países, menos de 10%) recebe tais tratamentos. Os obstáculos ao tratamento eficaz incluem a falta de recursos, a falta de profissionais treinados e o estigma social associado aos transtornos mentais. Outra barreira ao atendimento é a avaliação imprecisa. Em países de todos os níveis de renda, pessoas com depressão frequentemente não são diagnosticadas corretamente e outras que não têm o transtorno são muitas vezes diagnosticadas de forma inadequada, com intervenções desnecessárias.

A post shared by Pastora Michelle Nascimento (@michellenasc) on

Felipe Neto: a imbecilidade que seu filho não deveria ver


Felipe Neto. (Foto: Reprodução / Youtube)

O olhar para a câmera revela a falta de convicção no que diz. O sorriso é amarelo, de quem pode verificar a própria consciência e constatar que conseguiu muito dinheiro e fama jogando baixo, apelando para comportamentos imbecilizados que influenciaram por anos adolescentes por todo o país.

O problema é que este rapaz já não é adolescente no papel faz tempo.

Felipe Neto é aquela figura que você precisa reconhecer duas coisas logo de início: 1) ele é um ótimo empreendedor digital e 2) ele não tem nada de bom para oferecer a ninguém, especialmente aos menores de 18 anos.

Felipe diz que não fala mais palavrões. O engraçado é que não apaga os vídeos com milhões e milhões de views, em que a verdade de quem se é fica latente: um ser infantil habitando um corpo adulto, completamente fútil e raso em suas comunicações e posturas e que faz de tudo para chamar a atenção e ganhar seguidores, likes e grana, muita grana.

E sabe por que ele não apaga esses vídeos, que ainda são um material que serve como péssima influência na vida do seu filho? Simples. Porque o compromisso dele não é com o seu público, mas, sim, com o próprio bolso.

Ele “causou” recentemente comprando e distribuindo livros da temática LGBT na Bienal do Livro, no Rio. Vive “tretando” com as pessoas de posição mais conservadora no Twitter. Chegou a encher a paciência da ministra Damares Alves!

Conversando com um amigo meu que é adulto como sou, falávamos do poder de influência deste rapaz, quando o meu amigo me disse: “você tem é inveja dos milhões de seguidores que ele tem!”. Obviamente eu recebi este comentário como uma piada, contudo compreendo que pode ficar essa impressão ao leitor que acompanha este artigo.

Assim, preciso deixar claro ao leitor que, para mim, um ateu que tem como maior construção na vida ganhar muito dinheiro na internet e fomentar uma visão de mundo progressista só me gera um sentimento de compaixão, para que ele possa descobrir um dia que não existe apenas para estas coisas e que há um Deus vivo e verdadeiro que morreu numa cruz para que ele pudesse encontrar a vida e o sentido verdadeiro para serter e fazer – até porque não basta fazer o bem ou minimizar o sofrimento humano; é preciso fazê-lo pela motivação correta e com o propósito alinhado com uma maneira de pensar que redime o sujeito, ao invés de deixá-lo ainda mais carente em inúmeros aspectos.

Meu intuito é alertar você, pai, que não permita que seus filhos adolescentes assistam aos vídeos do Felipe Neto. Ele pode não falar palavrão hoje, mas ainda tenta passar para os seus que as políticas identitárias esquerdistas são totalmente conectadas com a realidade e que seu filho deve estar sempre pronto para receber elogios e bajulações, enquanto nunca preparado para críticas.

Ele ensina aos seus filhos que eles devem ser arrogantes e ácidos nas falas para defender suas ideias e intolerantes com quem pensa diferente. Ele passa a imagem de que o menino pode chegar aos 30 anos e ainda agir como um moleque mimado. Ele permanece – com os vídeos de dois, três anos atrás que não apaga – disponibilizando materiais lotados palavrões imundos, futilidades gratuitas e um comportamento altamente nocivo para adentrar as portas de uma casa habitada por cristãos. G.Prime

Deputada distribui 10 mil livros contra Ideologia de Gênero, em resposta a Felipe Neto


Clarissa Tércio (Foto: Divulgação/Facebook)

A deputada estadual Clarissa Tércio, do Partido Social Cristão (PSC) de Pernambuco, decidiu distribuir 10 mil livros contra a Ideologia de Gênero, como uma resposta a ação do youtuber Felipe Neto, que distribuiu livros de conteúdo LGBT na Bienal do Rio de Janeiro.

O livro “Macho Nasce Macho, Fêmea Nasce Fêmea – Desmascarando a Falácia da Ideologia de Gênero”, escrito por Isac Silva, será distribuído gratuitamente pela deputada.

Felipe Neto decidiu distribuir os livros depois da ordem do prefeito Marcelo Crivella, do Rio de Janeiro, de recolher livros impróprios, com temática LGBT, que estavam sendo expostos de forma irregular na Bienal.

Crivella passou a ser acusado pela grande mídia de promover censura, supostamente por não querer que as crianças vissem dois personagens homossexuais se beijando.

Clarissa destacou que sua ação tem o objetivo de dar uma resposta a ação do youtuber, mas distribuindo livros em Pernambuco.

“Já que Felipe Neto distribuiu 10 mil exemplares com livros em que se exalta essa temática, a Ideologia de Gênero, o relacionamento homossexual para enganar as nossas crianças, nós também vamos fazer algo aqui em Pernambuco. Vamos distribuir 10 mil livros por todo o território pernambucano”, anunciou.

A parlamentar explicou que o livro escolhido promove uma conscientização sobre as mentiras da Ideologia de Gênero, refutando a temática.

Chefe do PCC responsável por negociar drogas com máfia italiana é preso


Foto: Reprodução / Arquivo Pessoal

Policiais civis prenderam, na manhã deste domingo (15), o suspeito de administrar a exportação de drogas do Primeiro Comando da Capital (PCC) a partir do porto de Santos, no litoral de São Paulo.

André de Oliveira Macedo, conhecido como André do Rap, exercia o cargo que é de extrema confiança dentro da organização criminosa paulista.

Antes dele, quem administrava o comércio era Rogério Jeremias de Simone, o Gegê do Mangue, então número um do PCC em liberdade.Ele foi assassinado, junto a seu parceiro Fabiano Alves de Souza, o Paca, porque, segundo investigações, ambos estavam roubando dinheiro da própria facção.

André do Rap era aliado de Wagner Ferreira da Silva, o Cabelo Duro, que foi assassinado, a tiros de fuzil, como queima de arquivo, porque esteve envolvido nos homicídios de Gegê do Mangue e Paca. Atualmente, André do Rap era apontado como o homem de confiança de Gilberto Aparecido dos Santos, o braço direito de Marco Willians Herbas Camacho, o Marcola, em liberdade.

Havia a suspeita, até então, entre investigadores, de que André do Rap ou estivesse vivendo no Paraguai ou Bolívia, assim como Fuminho, ou que tivesse sido assassinado, por seu passado de parceria com Gegê do Mangue e Cabelo Duro. Suspeitava-se, também, que seu corpo poderia ter sido jogado ao mar, também como queima de arquivo.

André do Rap foi preso na manhã de hoje por policiais civis da delegacia de anti-sequestro de São Paulo em Angra dos Reis, no Rio de Janeiro. “É o substituto do Cabelo Duro, responsável pelo tráfico internacional em favor do Marcola”, afirmou à reportagem um policial envolvido na captura.

“É o terceiro homem de influência do PCC preso em 45 dias pela polícia. Dois haviam sido capturados pelo Departamento Estadual de Investigações Criminais (Decic) e, agora, este, pela delegacia anti-sequestro”, complementou.

Segundo a Polícia Civil, durante diligências, uma equipe policial encontrou André do Rap junto de outros três criminosos. Todos eles eram procurados pela Justiça e ligados à organização criminosa paulista.

Foram apreendidos em poder dele um helicóptero e uma lancha de luxo. Ele era procurado por tráfico internacional de drogas e, segundo investigadores, além do porto de Santos, comandava o tráfico de cocaína no estado do Pará, que está entre os mais violentos do país.

Além disso, seria um dos homens responsáveis pela negociação direta com Nicola Assisi, mafioso italiano preso em julho passado na Praia Grande, litoral paulista. Também foi preso na mesma ação o filho do mafioso, Patrick Assisi.

Ambos seriam os correspondentes da máfia calabresa ‘Ndrangheta na América do Sul.

Para operar no Brasil, a ‘Ndrangheta estabeleceu acordos com o PCC, facção forte no estado de São Paulo, entre outros. Em dois anos, ao menos três homens com cargos de liderança na Itália estiveram com a organização brasileira.

Existe a suspeita de que outros dois também estejam ou tenham passado por São Paulo com a mesma finalidade. André do Rap está sendo ouvido hoje no Departamento de Operações Policiais Estratégicas (Dope), órgão da polícia paulista.

A reportagem não conseguiu localizar sua defesa.

Segundo o procurador de Justiça Márcio Sérgio Chritino, que investigou o PCC no início da facção, André do Rap era um dos herdeiros de Gegê do Mangue. “É chefe. Mas o Gegê deixou muitos herdeiros, sendo que nenhum centralizado em tudo o que fazia”, explica. Bahia Notícias

Ansiedade: quando o medo do amanhã me sequestra o hoje


Mulher com insônia. (Foto: Envato / amenic181)

O Brasil é o país da maior festa da humanidade – o carnaval. Tornou-se um patrimônio cultural do mundo. É o campeão da folia, mas também em transtorno de ansiedade. O Brasil sofre uma epidemia de ansiedade.

Segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), o País tem o maior número de pessoas ansiosas do mundo: 18,6 milhões de brasileiros (9,3% da população) convivem com o transtorno.

Tal País, no entanto, é o maior País cristão do mundo. Ainda assim temos índices altíssimos de violência, corrupção, fome, depressão e suicídio (33/dia).

O que é a ansiedade?

A ciência diz que é uma sensação ou sentimento (reações inerentes ao ser humano) decorrente da excessiva excitação do sistema nervoso central consequente à interpretação de uma situação de perigo. O perigo não adoece. O que adoece é a interpretação que o indivíduo faz de uma situação de perigo.

Para a psicologia, a ansiedade é um estado emocional de apreensão, uma expectativa de que algo ruim aconteça. Enquanto o medo tem um objeto definido, a ansiedade é uma emoção difusa, voltada para o futuro.

Outra definição é: uma preocupação intensa, excessiva e persistente e medo de situações cotidianas.

Para o meu pastor e mentor, Neil Barreto, o ansioso é vítima de um sequestro existencial.  Para ele, a ansiedade é o desejo de controle e antecipação do futuro unida ao medo de tal controle e antecipação do futuro não acontecerem.

Então, qual é o problema da ansiedade?

É que nós já sabemos inconscientemente que esta possibilidade, de antecipar e controlar o futuro, é uma falácia. Não podemos lidar com os “amanhãs”. Tudo o que temos é o “agora”.

Na prática, a ansiedade é um sentimento que, de qualquer forma, frustrará quem o possui. Quem foi sequestrado pela ansiedade não poderá viver uma vida plena. Ou a gente remonta a nossa própria percepção do futuro a partir da realidade vivida no presente, ou a gente viverá cada “hoje” nosso angustiado e frustrado.

Eu também diria que a ansiedade é um tipo de incredulidade, uma negação da soberania de Deus. O cristão deveria sempre abandonar tais sentimentos e sensações de forma livre e consciente, pois as promessas do evangelho nos apontam para um futuro de glorificação e alegria eterna.

Três caminhos para a liberdade da prisão que é a ansiedade:

  • Troque a ansiedade pela comunhão com Deus (Filipenses 4.6-9);
  • Pregue a si mesmo o evangelho. Diga ao próprio coração que o seu socorro vem do Senhor (Salmos 121);
  • Mude hábitos, reconheça limitações e separe um tempo nutrir seus relacionamentos. Maycson Rodrigues