Val Baiano desmente Fake News e reafirma, Silvany ressuscitou o esporte em Manoel Vitorino


Em entrevista ao Jornalista Levy Barros, Val Baiano disse que o prefeito Silvany Barros ressuscitou o esporte de Manoel Vitorino que estava morto em várias modalidades.

Val desmentiu notícias falsas a seu respeito, que afirmava que ele chamou o esporte de Manoel Vitorino de defasado, quando na verdade, Val foi o grande responsável, juntamente com o prefeito Silvany, de ter levado a seleção de Manoel Vitorino a semifinal da Copa Intervale 2019.

Acompanhe a entrevista com o Atleta…

O descaso da extrema-imprensa sobre as acusações contra Rodrigo Maia


Rodrigo Maia. (Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)

A Polícia Federal abriu inquérito contra o Presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM), acusando-o dos crimes de corrupção, lavagem de dinheiro e o inovador “Caixa 3”, que é quando o verdadeiro doador da campanha eleitoral é ocultado no processo que deveria se adequar aos trâmites legais.

Nesta modalidade sofisticada de corrupção, uma empresa é utilizada para fazer uma doação financeira que aparentemente soa dentro da legalidade, mas não é o que acontece.

Tal empresa que aparece como sendo “a doadora” na campanha do político acaba sendo beneficiada pelo verdadeiro doador – que foi ocultado – por meio de acordos ou facilitações comerciais, e geralmente a verba paga para essa empresa é oriunda da corrupção.

Agora, caro leitor, pense um pouco. Se você fosse do meio jornalístico e uma notícia como esta chega às suas mãos, você hesitaria em publicá-la?

Pois bem. Me parece que boa parte da imprensa brasileira está de joelhos, subserviente ao Congresso Nacional e, em especial, à figura do líder do Centrão e Presidente da Câmara que é o grande articulador de todas as tentativas antirrepublicanas possíveis de se tentar um aumento da verba pública para financiamento de campanha eleitoral.

E tenho para mim algo simples e objetivo: que tal postura destes setores do jornalismo tupiniquim se dá por pura aversão ao atual Governo.

Caso minha impressão se configure legítima, quem mais perde com isso tudo é a nação, que acaba padecendo nas mãos daqueles que só lutam pela demagogia, e não pela democracia.

Uma notícia tão contundente como esta não é digna do rodapé de nenhum grande jornal. Deveria estampar as capas da Veja, do Estadão, da Folha e do O Globo, no mínimo. No entanto, tem sido notório que estes veículos estão mais preocupados em publicar 20, 30 matérias sobre a Amazônia enquanto ignoram que, por baixo dos panos, estão tramando e labutando pela manutenção do status quo da corrupção sistêmica, o que tão somente favorece a perpetuação de caciques políticos como Maia no poder.

E assim vão cismando que o problema último do Brasil é o novo Presidente da República e sua equipe. O STF é justo; o Congresso é patriota e só o Governo que é um desastre.

Só acredita quem quer.

Justiça do Rio manda soltar Anthony e Rosinha Garotinho


A Justiça concedeu, nesta quarta-feira (4), habeas corpus para o casal de ex-governadores do Rio de Janeiro, Anthony e Rosinha Garotinho, que estão presos desde ontem.

O ex-governador Anthony Garotinho sendo levado pela Polícia Federal ( Fernando Frazão/Agência Brasil)

A decisão foi proferida pelo desembargador Siro Darlan de Oliveira, pelo Plantão Judiciário, em regime de urgência, segundo informações de Guilherme Amado, da Época.

O casal é suspeito de particiipação em um esquema de superfaturamento em contrato entre a prefeitura de Campos e a construtura Odebrecht.

Segundo o desembargador, o habeas corupos foi concedido devido ao “binômio necessidade/legalidade da prisão dos ora pacientes”.

Ele também disse que a prisão dos ex-governadores se baseou em delações premiadas e citou uma declaração do ministro Marco Aurélio para criticar as delações.

“Vivemos tempos sombrios alertou o Ministro Marco Aurélio Mello do c. STF ao criticar o uso excessivo das colaborações premiadas no âmbito da denominada operação Lava Jato.´Eu nunca vi tanta delação premiada. Em primeiro lugar, a delação premiada deve ser espontânea. Eu não entendo que alguém possa ser colocado no xilindró provisoriamente e mantido nesse xilindró até chegar à delação premiada. Alguma coisa errada tem´”, escreveu o desembargador na decisão.

Bolsonaro diz que Doria é ‘ejaculação precoce’ e não tem chance em 2022


Foto: Divulgação

O presidente Jair Bolsonaro afirmou que o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), não tem chance nas eleições presidenciais de 2022 porque é uma “ejaculação precoce”. Na avaliação de Bolsonaro, Doria deveria pensar “talvez” somente nas eleições de 2026. “Ele não tem apoio popular”, disse nesta terça (3), em um café da manhã com a Folha no Palácio do Alvorada.

Bolsonaro afirmou ainda que está disposto a concorrer à reeleição. “Pretendo sim, se estiver bem lá”, disse. No sábado (31), em uma conversa com jornalistas, o presidente afirmou que Doria está “morto” para 2022.

Dois dias antes, acusou o tucano de ter “mamado nas tetas do BNDES” no governo do PT, em referência à compra de jatinho a juros subsidiados do banco. Doria rebateu afirmando que nunca precisou mamar em “teta nenhuma”. No café da manhã, o presidente reclamou da cobertura da imprensa e criticou as reportagens sobre a avó da primeira-dama, Michelle. A Folha mostrou que Maria Aparecida Firmo Ferreira, 78, passou mais de dois dias aguardando atendimento deitada em uma maca no corredor de um hospital na periferia do Distrito Federal. (mais…)

Hoje o hasteamento da Bandeira na Escola 30 de Julho marcou início da semana da Independência


Foto: Portal Catingal | Divulgação

Hoje a Escola 30 de Julho marcou o início da semana da Independência com o hasteamento das Bandeiras. O ato aconteceu na área externa do Colégio e contou com a presença da Polícia Militar e o Guarda municipal José Roberto Novaes, que representou os colegas.

O início da semana da pátria ocorre em 1 de setembro e vai até o dia 7 de setembro. Durante essa semana é relembrada na Escola 30 de Julho, a história da independência do Brasil.

Era 7 de setembro de 1822, quando aconteceu a Independência do Brasil, porém para alcançar essa conquista, diversas mudança tiveram que acontecer.

O início de tudo foi a vinda da Família Real para o Brasil, quando em 1808, Dom João VI deixou Portugal com sua família fugindo com medo da invasão de Portugal pela França, liderada pelo exército de Napoleão, que possibilitou que o Brasil se desenvolvesse, uma vez que se tornou a sede da corte Portuguesa.

Essa semana a Escola vai trabalhar com diversos assuntos voltados para a história de nosso país, levando aos alunos a responsabilidade dos valores cívicos de nossa “Pátria Amada Mãe Gentil”.

Foto: Portal Catingal | Divulgação

Ex-morena do Tchan, Débora Brasil se torna missionária: “Foi o chamado de Deus”


O sucesso nos anos 90 com o ‘É o Tchan’ e a fama de ‘primeira morena do Tchan’ agora são apenas lembranças para Débora Brasil.

Convertida ao Evangelho há 10 anos, a ex-dançarina do grupo baiano se tornou missionária, compartilhando seu testemunho em diversas partes do Brasil e hoje também apresenta o programa cristão “Na Lente”, ao lado do jornalista Helton Carvalho.

Segundo a baiana, sua carreira no grupo não foi exatamente algo que a prejudicou, mas hoje ela simplesmente entende que aquele contexto não faz mais parte de sua vida.

“Não fiz nada que prejudicasse a minha integridade, mas foi um círculo que se fechou e que não sinto falta”, explicou a apresentadora, segundo uma nota do jornal Extra.

Em uma entrevista anterior (2016), Débora explicou que sua conversão e consagração ministerial aconteceram em um processo.

“Eu saí a primeira vez do grupo, fiquei fazendo carreira solo, nesse período da carreira solo eu tive um encontro com Jesus, mas mesmo convertida, dentro da igreja, eu continuei fazendo shows. O grupo ‘É o Tchan’ me convidou pra participar dos 10 anos, um DVD de aniversário e eu participei”, contou.

Depois de participar do projeto com os antigos amigos do grupo, Débora sentiu o chamado de Deus e decidiu se desvincular totalmente de seu passado no meio secular.

“Eu entreguei totalmente a minha vida a um chamado que Deus me fez, um chamado missionário. Eu não fiquei mais naquela coisa de que ‘era crente, mas continuava no meio secular’. Eu saí e vim somente fazer a obra de Deus, porque esse foi o chamado de Deus para a minha vida”, acrescentou. Siga-me

Clique abaixo para conferir a entrevista completa:

Sentenciado a 500 anos tem encontro com Cristo, é solto e evangeliza na prisão


Ron Adkins. (Foto: Reprodução)

Sentenciado a 495 anos de prisão em 1997, Ron Adkins, morador do Texas (EUA), passou a cumprir pena na prisão Lone Star State por arrombar casas.

Ele tinha 22 anos na época e, além dos 495 que lhe deram (99 anos para cada uma das 5 acusações que teve), ele foi condenado a mais 5 anos por portar um celular, totalizando 500 anos de prisão.

Diante disto, ele passou a se comportar de forma violenta a fim de fazer uma reputação dentro da prisão da qual ele não sairia vivo.

Ele se juntou a uma gangue de prisioneiros e acumulou 250 violações nas prisões por constantemente lutar com outros detentos e funcionários.

Sua beligerância estava tão fora de controle que vários guardas da prisão tinham que se adequar para acompanhá-lo ao banheiro, algemados em suas mãos e pés.

Por conta desse comportamento violento, Adkins ficou 13 anos na solitária, tentando suicídio por diversas vezes até que ele se voltou para Deus ao ler a Bíblia.

“Metade das páginas estava faltando porque eu a usava para enrolar cigarro. Eu estava fumando cigarros com documentos bíblicos”, riu Adkins. “Tudo o que restou da Bíblia foi o Novo Testamento.”

Das páginas que foram deixadas intactas, Adkins disse que aprendeu sobre graça, perdão e o amor de Deus, o que o levou a deixar a gangue e se unir a um estudo bíblico da prisão.

Ele também se matriculou em cursos ministeriais e conseguiu ficar longe de problemas pelo restante de seu tempo na prisão.

Em 2012, enquanto Adkins crescia em sua fé e continuava exibindo “bom comportamento”, ele experimentou seu primeiro milagre: uma revisão surpresa que resultou em uma liberdade condicional mais de 80 anos antes de sua elegibilidade projetada em 2095. Depois de quase um quarto de século de encarceramento, ele foi libertado em maio de 2015.

“Foi incrível. Eu nem achei que fosse real até que realmente saísse do portão”, lembrou Adkins em entrevista à CBN News.

Livre, ele encontrou trabalho como operador de equipamentos pesados; e durante seu período de folga, ele estendeu sua fé ao compartilhar seu testemunho em igrejas e conferências de reforma da justiça criminal, que é onde ele conheceu sua esposa, Dawn Knighton – também ex-criminosa e agora conselheira cristã licenciada.

Juiz era ministro da Palavra

Um dia, enquanto estava sentado na igreja, Adkins estava ouvindo um orador convidado e não conseguia afastar a sensação de que haviam se encontrado.

“Eu percebi que era o juiz me sentenciou a cinco sentenças de 99 anos”, lembrou ele.

Quando os dois foram apresentados e confirmaram sua conexão anterior, o juiz Newsom não tinha certeza de como Adkins reagiria.

“Eu disse: ‘Estamos bem?’”, Recorda-se Newsom com uma risada nervosa. “Ele me agarrou e me abraçou de verdade.”

Adkins acredita que este novo capítulo é uma evidência de que seu passado sórdido está sendo reescrito para criar um legado duradouro: “No mesmo lugar onde fui condenado a morrer na prisão, Deus vai nos usar para trazer as coisas mortas de volta à vida”, declarou Adkins.

Tradutor da Bíblia é torturado até a morte e sua esposa tem braço decepado


Angus Fung. (Foto: Alex Nicholls)

No último domingo r extremistas islâmicos Fulani invadiram casas de uma vila na cidade de Wum, em Camarões, e mataram sete pessoas. Entre elas estava o tradutor da Bíblia Angus Abraham Fung, que foi torturado até a morte.

A esposa do tradutor, Eveline Fung, teve seu braço decepado e está hospitalizada para tratar o ferimento e receber transfusão de sangue.

Ao The Christian Post o pastor Efi Tembon, do ministério Oasis Network, declarouque o ataque foi cruel. “Eles atacaram à noite e ninguém esperava por isso. Eles simplesmente entraram nas casas, os tiraram e os mataram”.

A maioria das vítimas eram homens mais velhos, segundo o pastor, que declarou que Fung trabalhou por muito tempo com os Tradutores da Bíblia Wycliffe em uma tradução do Novo Testamento na língua Aghem. O projeto que foi concluído em 2016.

“Ele era um dos principais líderes comunitários de toda a tribo e fazia parte dos serviços de tradução e também coordenava os esforços de alfabetização”, explicou Tembon.

“Então, ele foi uma grande parte do trabalho de alfabetização, porque a língua deles nunca havia sido escrita antes. Foi ele quem coordenou e ensinou a língua. Agora, muitas pessoas podem ler e escrever o idioma como resultado do trabalho de Angus”.

A cidade de Wum está localizada na região anglófona de Camarões, onde os separatistas estão lutando pela independência e para impedir essa luta, a comunidade nômade dos ‘pastores Fulani’ estão sendo incentivados por agentes do governo a realizar ataques contra comunidades agrícolas que apoiam o separatismo. G. Prime.

Homenagem ao ex-prefeito Lenilton Lopes na câmara municipal e o tiro saiu pela culatra


A homenagem realizada pela Câmara municipal ao ex-prefeito Lenilton Lopes foi marcada por discursos políticos travestidos de moção de louvor ao ex-prefeito.

Era estilo lei da selva, os maiores iam devorando os menores. Pré-candidato declarado, Olavo Meira, era o mediador, ele distribuía as oportunidades. Enquanto isso, os deputados Zé Cocá e Euclides Fernandes, sentados lado-a-lado iam trocando conversas descontraídas enquanto transmitiam ao público uma imagem de bons mocinhos e amiguinhos.

O discurso de Robson Vilar foi bem melancólico, expressando sua gratidão ao velho patriarca da política municipal, mas Robson não esqueceu de dizer que aprendeu com Lopes a nunca desistir e que confia que Manoel Vitorino venha ter dias melhores.

O discurso de Caetano foi tipo o Chaves querendo merendar na casa de dona Florinda, ele tipo se autoproclamou prefeito de Manoel Vitorino por dois mandatos e quase se esqueceu da homenagem ao ex-prefeito Lenilton Lopes.

Enquanto isso o vereador e presidente da câmara Olavo Meira, que não é besta nem um pouco, ia percebendo o discurso tendencioso e o risco enorme do tiro saí pela culatra.

Mas, como diz o ditado, o que é um peido para quem está cagado, Olavo chama a tribuna o deputado Zé Cocá, com muita sabedoria, Cocá começa seu discurso ovacionando Lenilton, falou da dificuldade de administrar com o coração, cada frase falada ele citava um dos nomes presentes, técnica utilizada na hermenêutica para chamar a atenção do público para si, e no finalzinho disse que, “Lenilton foi um grande administrador e esse povo espera Robinho, que você faça melhor! ”, com uma chamuscada dessa a tal da vergonha alheia tomou conta de alguns membros da casa de lei naquele momento.

O vereador Olavo Meira, não muito à vontade com aquela situação acabou se atrapalhando ainda mais quando resolveu fazer um elogio a Lopes, para isso Olavo disse que, o ex-prefeito era tão bom que contratou mais de 700 pessoas elevando o índice de pessoal, deixando Lopes totalmente sem jeito.

Mas eu não podia deixar de falar algo muito interessante, na minha opinião, o momento mais emocionante do evento, foi o discurso da esposa de Lopes, Luana Costa.

Ela falou de uma pessoa transformada que ela tem em casa, falou da ação de Deus em sua família do bom homem, do bom pai que é o ex-prefeito Lenilton Lopes. Luana conseguiu emocionar a todos com suas palavras e Lenilton não segurou as lágrimas. “Lá em casa eu sou a cabeça, Lenilton é o coração”, disse Luana Costa.

Com o deputado Euclides Fernandes não foi diferente, primeiro uma pitada na política, fez elogios aos vereadores, principalmente a Landinho, fazendo menção do distrito de Catingal e a Marcelo Vilar fazendo menção ao saudoso Renato Vilar, lembrando do passado quando ajudou Renato em Manoel vitorino Auxiliando os professores do município.

Em seguida o deputado mais uma vez ovaciona Robson Vilar, o chamando de professor de Catingal grande político em Manoel Vitorino. Mas, Fernandes foi mais preciso em sua fala, falou com muita propriedade das qualidades do ex-prefeito Lenilton Lopes e como Lopes o ajudou como deputador estadual.