Bolsonaro: “O Estado é laico, mas eu sou cristão”


Jair Bolsonaro e esposa na igreja. (Foto: Reprodução / Youtube)

O deputado federal e candidato à presidência Jair Bolsonaro (PSL) participou do culto neste domingo (19) na Igreja Batista Atitude, no Rio de Janeiro. No final da reunião, o pastor Josué Valandro Jr. chamou o político para receber uma oração.

O líder da igreja relatou que participou, com vários outros pastores influentes do Brasil, de uma espécie de sabatina dos candidatos em Belo Horizonte, na semana passada. Segundo ele, foram convidados também Geraldo Alckmin e Marina Silva. Bolsanaro foi o que recebeu mais apoio.

Deixando claro que não se tratava de campanha, nem de voto de cabresto, Valandro explicou que a família frequenta a igreja e a esposa do político, Michele “é ativa e dedicada” na congregação.

“Deputado, eu não sei qual é a vontade de Deus para sua vida, mas uma coisa eu queria te falar […] Nós louvamos a Deus pela sua coragem, não preciso concordar com tudo que o Bolsonaro diz para orar pela sua vida”, declarou o pastor diante dos presentes.

O vídeo com o momento de oração está circulando nas redes sociais e ficou entre os 10 mais assistidos do Youtube nesta segunda-feira (20).

Ao chamar os demais pastores para a oração, Valandro destacou: “nós precisamos [na presidência] de alguém justo e correto”. Bolsonaro ajoelhou, ao lado da esposa, enquanto o pastor da igreja clamou pela vida do candidato e de sua família.

“Ele tem orado e pedido sabedoria a Deus. Ele respeita a Igreja e respeita as crianças, ele não é favorável à morte de inocentes… Este homem tem valores cristãos, é amigo das igrejas evangélicas e da ética. Que em outubro tenhamos uma resposta do céu”, asseverou, intercedendo para que a nação brasileira seja unida “em direção à fé”.

Recebendo cerca de 30 segundos para se manifestar, Bolsonaro chorou e disse que “de tanto ver coisas erradas, decidi concorrer”. Falando sobre seus adversários, destacou: “sei o que eles têm, mas eu tenho o que eles não têm… Temos que valorizar a família, devemos varrer o comunismo do Brasil”. Sob aplausos, encerrou dizendo que “O Estado pode ser laico, mas eu sou cristão”.

Assista!

Oficina SEBRAE preparou mais 25 novos empreendedores em Manoel Vitorino


Foto: Divulgação

Aconteceu na última quarta-feira (15), a Oficina SEBRAE em Manoel Vitorino sobre o tema “Como obter crédito para minha empresa, cuidados e preparação”. O evento é uma parceria da prefeitura municipal de Manoel Vitorino e SEBRAE e contou com a participação das entidades de créditos: Banco do Nordeste, Caixa Econômica Federal e DESENBAHIA.

Foto: Divulgação

comerciantes empreendedores da sede, do Distrito de Catingal e Povoado do Salgado participaram da oficina SEBRAE em Manoel Vitorino.

O evento contou ainda com as ilustres presenças dos representantes das seguintes entidades: Yalam Carozo, agente de crédito do Banco do Nordeste; Anderson e Ricardo, Caixa Econômica Federal; Vítor Filho, DESENBAHIA; Alessandra Vaz e Jener, consultores do SEBRAE; Almir Nunes, Sec. Municipal de agricultura e Nilton Alves de Oliveira, agente de desenvolvimento.

Novo poço artesiano é perfurado e instalado no Povoado do Recreio


Foto: Levy Barros

O povoado do Recreio recebeu mais um poço artesiano. Foi atendendo um anseio da população e um pedido do vereador Antônio Venâncio que, a prefeitura de Manoel Vitorino realizou a perfuração e instalação do novo poço do povoado do Recreio.

Agora a população do Recreio pode contar com água boa e de qualidade para atender as famílias que sempre buscaram por este benefício.

Eleições 2018: Um dia é da caça e outro do caçador


Um dia é da caça e outro do caçador, quem nunca ouviu essa frase? pois é, estamos literalmente nos dias da caça! Chegou o período de campanha eleitoral e sem a intenção de fazer uma má comparação, posso adiantar que, nós eleitores agora estamos por cima, somos a bola da vez, estamos sendo caçados a todo custo. Algumas coisas estão mudando para melhor, aquele carro de som que berrava nos ouvidos do eleitor, só vai ser permitido se o próprio candidato estiver dentro do veículo. Mas, nas redes sociais, vão atazanar a tua vida, se não bastasse os cabos eleitorais enchendo sua timeline de imagens e vídeos de candidatos, a Justiça autorizou os candidatos a pagarem pelo impulsionamento de conteúdo eleitoral na internet, recurso que empresas e governos já usam há anos.

Sendo assim, fiquemos em alerta, e preparem-se, você será perseguido 45 dias sem parar, a grande vantagem é que agora você é a situação.

Por Levy Barros

Segundo Sol: Luzia se alia a Roberval para planejar vingança contra Laureta


Os dois ainda contarão com a ajuda de Galdino, ex-braço direito da cafetina
Foto: Divulgação | TV Globo

Luzia (Giovanna Antonelli) passará para a turma das mocinhas vingativas. A DJ de Segundo Sol ganhará um anjo da guarda, Roberval (Fabrício Boliveira), e um braço direito, Galdino (Narcival Rubens), para a sua grande virada na história: a vingança de Laureta (Adriana Esteves) e Karola (Deborah Secco). Ela ficará com sangue nos olhos ao ver sua vida destruída pela segunda vez ao ser acusada de assassinar Remy (Vladimir Brichta).

“Dessa vez eu vou me vingar! Nem que seja a última coisa que eu faça na minha vida”, afirmará a loira. “Nisso eu tenho que concordar com você, essas duas não vão parar até ver o seu fim”, rebaterá Groa (André Dias).

Vale ressaltar que tudo isso acontece depois de outra grande chacoalhada na trama. Primeiro, o público verá Luzia ser inocentada de matar seu ex-marido, e Beto (Emilio Dantas) acabará com a farsa de sua morte.

Remy será encontrado morto com 14 facadas e a notícia do assassinato vai se espalhar rapidamente por Salvador. Todos acharão que a responsável pela morte é Luzia, em mais uma das armações de Karola e Laureta.

Assim, com um plano só, elas vão se livrar do chantagista e ainda dos fantasmas que Luzia representa.Trechos dessa reviravolta lembram muito a revolta da Clara (Bianca Bin) em O Outro Lado do Paraíso, que está na memória dos telespectadores. Mas também tem o DNA do autor João Emanuel Carneiro, responsável pela vingativa Nina/Rita, de Avenida Brasil (2012).

Novo assassinato
Após ser flagrada seminua em uma cama com o corpo de Remy todo ensanguentado e com a faca do crime nas mãos, Luzia fugirá com a mochila de
dinheiro que terá levado para pagar o chantagista pela promessa de lhe apresentar a suposta filha que ela teve com Beto. Falar que ela teve uma menina faz parte da armação de Laureta.

Luzia só descobrirá que o verdadeiro assassino colocou papel picado na bolsa e roubou o seu dinheiro quando já estiver escondida longe do local do crime. Ela quase será pega por Galdino ao encontrar Cacau (Fabiula Nascimento) em uma igreja. O ex-torturador estará seguindo a cozinheira. Capangas de Roberval vão dar uma surra no faz-tudo de Laureta e levarão Luzia para a casa do milionário. Ele prometerá ajudá-la e revelará que também saiu fugido do
Brasil ao se envolver com a cafetina há mais de 18 anos.

“Eu sabia que tinha que voltar pra fazer o acerto de contas com minha família, e agora com Laureta”, dirá o vingativo. “Aquela mulher é um monstro, é capaz de tudo…”, falará a DJ. “Fomos vítimas da mesma pessoa na mesma época. Eu tava lá quando Cacau levou Manu [Luisa Arraes] e Ícaro [Chay Suede] praquela casa porque você tava presa. Logo em seguida conheci Laureta, eu tava por baixo e ela me estendeu a mão pra me usar num plano sórdido que tinha”, contará o personagem de Fabrício Boliveira.

“Nós dois vivemos um inferno por causa dela, e agora o destino fez com que a gente se cruzasse. A gente tá do mesmo lado, Luzia. Você não quer ver a Laureta e a Karola na cadeia?”, indagará o milionário.

Com o dinheiro dele, Luzia salvará a vida de Galdino. Depois que levar uma surra dos capangas de Roberval, o braço direito da cafetina terá uma costela fraturada e o pulmão perfurado. Será tratado pior do que um cachorro por falhar em sua missão e ficará à espera da morte na fila de um posto de saúde.

Ele ainda se manterá leal a Laureta após ser operado em uma clínica particular paga por Luzia, mas acabará virando aliado da loira para se vingar da patroa porque sua mãe, sozinha e sem sua ajuda, terá morrido nesse período. Ele abrirá vários segredos da exploradora de prostitutas, como tráfico de drogas e
assassinatos, e confirmará o roubo do bebê da ex-marisqueira. Só que Galdino não sabe que a criança é Valentim, que foi criado por Karola como seu filho.

“Não é nem pelo dinheiro, mas topo, pela alma de minha mãe. Enquanto eu tava preso naquele quartinho na casa dessa ingrata da Laureta, minha mãezinha tavasozinha, sem ninguém pra cuidar dela. Minha mãe definhou até morrer por culpa de Laureta. É por minha mãe que quero me vingar. Pode contar comigo.” O ex-torturador virará o informante de Luzia. A primeira armação dos três vingadores será jogar Karola contra Laureta. Correio.

Cabo Daciolo ultrapassa Boulos e Amoêdo em pesquisa eleitoral


Foto: Divulgação

O nome do Cabo Daciolo foi incluído pela primeira vez em uma pesquisa eleitoral. Após ter reclamado publicamente durante o debate na Band, o candidato à presidência pelo Patriota figura entre os nomes do levantamento mais recente do Instituto Paraná.

Sua popularidade não pode ser medida apenas pela quantidade de memes na internet. Mesmo sem estrutura partidária e dinheiro para a campanha, ele tem 1,2% de intenção de votos.

Ficou à frente de figuras mais conhecidas como João Amoêdo (Novo), que tem 1,1%, Henrique Meirelles (MDB), que aparece com 0,9%, e Guilherme Boulos (PSol), com apenas 0,7%.

Ainda está muito distante de Jair Bolsonaro, que lidera com 23,9%, ou de Marina Silva, com seus 13,2%, ou ainda Ciro Gomes (10,2%) e Geraldo Alckmin (8,5%). Mesmo assim, trata-se de um feito enorme para alguém que praticamente foi “apresentado” ao Brasil no debate do dia 9. Os próximos encontros do tipo podem ser sua oportunidade de firmar posição, uma vez que terá poucos segundos no horário gratuito de TV.

A pesquisa entrevistou 2.002 eleitores em 26 estados e no Distrito Federal e em 168 municípios entre os dias 9 e 13 de agosto. A margem de erro é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos.

MBL pede ao TSE impugnação da candidatura de Lula à Presidência


Foto: Divulgação

O candidato a deputado e ativista Kim Kataguiri, do MBL, e o ator Alexandre Frota contestaram o registro da candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva à Presidência da República.

Foram os primeiros pedidos de cassação depois que a candidatura foi oficializada perante a Justiça, nesta quarta (15).

De acordo com a assessoria de imprensa do TSE, a resolução que trata de prazos para contestações estipula que “cabe a qualquer candidato, partido político, coligação ou ao Ministério Público, no prazo de 5 (cinco) dias, contados da publicação do edital relativo ao pedido de registro, impugná-lo em petição fundamentada”. O edital ainda não foi publicado pelo TSE.

O PT registrou no TSE (Tribunal Superior Eleitoral), na tarde desta quarta-feira (15), a candidatura do ex-presidente Lula. O registro foi protocolado pessoalmente no balcão do TSE por dirigentes do partido.

Visitas a Lula na prisão fazem MPF temer interferência dele no processo eleitoral


Foto: Reprodução

O Ministério Público Federal levantou junto à Justiça uma série de dúvidas acerca de visitas religiosas e de advogados que o ex-presidente Lula vem recebendo na prisão na Superintendência da Polícia Federal em Curitiba (PR), onde está desde abril.

De acordo com a Folha, o MPF considera que o fato de vários políticos receberem procuração do petista para defendê-lo, tendo livre acesso a ele na prisão, pode ser uma tentativa de ludibriar as regras e permitir que Lula interfira no processo eleitoral.

Os procuradores citam o ex-prefeito Fernando Haddad e a presidente do PT, Gleisi Hoffmann, como exemplos de advogados que estariam, na verdade, atuando politicamente nas visitas que fazem ao ex-presidente. Eles pedem que a polícia esclareça o sistema de visitas.

Lula declara patrimônio de R$ 7,9 milhões ao TSE; Haddad tem R$ 428,5 mil


Foto: Ricardo Stuckert/ Instituto Lula

Candidato à Presidência da República, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) declarou ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) ter R$ 7,9 milhões em bens. Já o vice dele, o ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad (PT), reportou à Justiça Eleitoral que possui patrimônio de R$ 428,5 mil.

Nesta quarta-feira (15), o PT registrou a candidatura de Lula e Haddad no TSE, em Brasília. O ato foi antecedido por uma marcha feita por militantes que defendem a participação do ex-presidente na disputa pelo Palácio do Planalto.

De acordo com a declaração de bens, de todo o patrimônio de Lula, R$ 6,3 milhões são provenientes do Vida Gerador de Benefício Livre (VGBL), um plano de previdência privada. Além disso, o petista tem um terreno no valor de R$ 530 mil.

A Justiça Eleitoral vai decidir se permite, ou não, a participação do ex-presidente na disputa. Condenado em segunda instância no caso do tríplex do Guarujá (SP), o petista pode ser enquadrado na Lei da Ficha Limpa e, por isso, impedido de concorrer. A tendência é que o TSE indefira a candidatura de Lula até o início de setembro. Com isso, quem substitui o ex-presidente é Haddad, que terá como vice a deputada estadual Manuela D’Ávila (PCdoB).