“A solução agora seria engavetá-lo”, diz Marco Feliciano sobre “Lei da Palmada”


O Partido Social Cristão (PSC) realizou nesta terça-feira (07) um debate para discutir o Projeto de Lei 7672/2010. Aprovado na…
O Partido Social Cristão (PSC) realizou nesta terça-feira (07) um debate para discutir o Projeto de Lei 7672/2010. Aprovado na Comissão Especial da Câmara dos Deputados a chamada Lei da Palmada, que proíbe castigos físicos a crianças no ambiente familiar, deve voltar à discussão no Plenário da Câmara.
O Pastor Marco Feliciano participou do debate que ajudou a esclarecer principais pontos que dividem a opinião dos parlamentares. “O projeto é desnecessário, iniquo e sem fundamento. A solução agora seria engavetá-lo”, comentou o pastor ao correspondente especial Michael Caceres.
A proposta da Lei da Palmada sofre resistência. Alguns deputados argumentam que a proibição constitui um desrespeito ao direito dos pais. Feliciano é um dos principais oponentes ao projeto. Apesar de ter participado do acordo para a aprovação na Comissão Especial, Marco acredita que mesmo que passe pela Câmara deverá ser barrado no Senado.
“Ninguém mais entende o objetivo do projeto, ele foi demonizado pela mídia e perdeu o foco. A proteção à criança já é garantida pelo Estatuto da Criança e Adolescia. Temos código penal para punir agressões físicas e os pais que desrespeitarem as leis de proteção à criança e ao adolescente serão punidos”, comentou Marco.
Feliciano atuou em 119 proposições em 9 meses como parlamentar. Membro da Frente Parlamentar Evangélica lutou contra o “kit gay”, contra o PLC 122 (que criminaliza a opinião contra a prática homossexual) e tem se empenhado em defender o direito da família cristã brasileira.
“A bancada evangélica em nenhum momento teve intuito de vetar o projeto, até agradeci a relatora por ter modificado o texto, mas a verdade é que após reavaliarmos os textos concluímos que o PL não tem um objetivo claro”, finalizou o deputado.
Acordo – O texto foi aprovado após mudanças no texto da relatora, que foram feitas após reunião da deputada com líderes da bancada evangélica na Casa –desfavoráveis ao uso do termo “castigo”, argumentando que o projeto levaria a ingerência demasiada no âmbito das famílias.
Havia divergências sobre a substituição da expressão “castigos corporais”, prevista da proposta original, por “agressão física”, como queriam os evangélicos. A bancada evangélica entendeu que a expressão “castigo corporal” interferia na educação dos filhos.
Os pais que desrespeitarem a norma não devem ir para a cadeia. O texto prevê advertências, tratamento psicológico e a adesão a programas de proteção à família. A denúncia pode ser feita ao Conselho Tutelar, delegado de polícia, Ministério Público ou juiz.

Nova ministra diz que o aborto é uma questão de “saúde pública”


O novo nome da Secretaria de Políticas para as Mulheres, Eleonora
Menicucci de Oliveira, que irá substituir a ministra Iriny Lopes,
defendeu nesta terça-feira (7), que o aborto seja tratado como questão
de saúde pública, mas destacou que a descriminalização é uma decisão do
Legislativo. Para Eleonora, a partir do momento em que passa a integrar o
Executivo, não interessa mais sua posição pessoal. Eleonora tem
formação feminista e chegou a ser presa junto com a presidente Dilma
Rousseff no período da ditudura. Em entrevistas passadas, defendeu a
descriminalização da prática e afirmou já ter realizado um aborto. “O
aborto não é uma questão de ideologia, mas uma questão de saúde pública,
como o crack, a droga, a dengue, a Aids, como as doenças
infectocontagiosas”, disse. A nova ministra também afirmou que, em sua
gestão, a prioridade zero será o combate à violência doméstica e de
gênero.
OPINIÃO DO BLOGUEIRO
Essa mulher é uma louca, a vida começa na concepção, sendo assim matar um feto em desenvolvimento é como atirar na cabeça de um adulto, a única diferença  entre um adulto e um feto, é o tempo e a nutrição. Clique aqui e confira fotos de um aborto

DATENA PRECISA PERDER 15 QUILOS


José Luiz Datena, depois da recente operação na garganta, está levando a
vida um pouco diferente. Segundo o colunista Flávio Ricco, do Portal
UOL, o apresentador do “Brasil Urgente” toma uma carga de 18 remédios
por dia e foi “intimado” pelos médicos a perder 15 quilos a partir de
agora. Força, Datena!

Itaú tem o maior lucro da história dos bancos no Brasil


O Itaú Unibanco teve em 2011 o maior lucro já alcançado por um banco na
história do Brasil, com o resultado de R$ 14,6 bilhões anunciado nesta
terça-feira (7), uma alta de 9,7% em relação ao desempenho de 2010
quando lucrou R$ 13,3 bilhões. O recorde anterior foi obtido pelo
próprio Itaú no ano passado, segundo levantamento da consultoria
Economática. O Bradesco lucrou R$ 11 bilhões em 2011 e a operação
brasileira do Santander, R$ 3,5 bilhões. O Banco do Brasil deve anunciar
o resultado financeiro do ano passado no dia 14 de fevereiro. Apesar do
desempenho recorde, o ganho financeiro apresentou certa desaceleração
no quarto trimestre do ano passado, com o lucro de R$ 3,6 bilhões, queda
de 5,4% em relação ao resultado obtido um ano antes. O freio no fim do
ano foi causado pelo aumento de despesas com empréstimos de difícil
recuperação e inadimplência maior.

Agência dos Correios de Sapeaçu é assaltada


Dois homens armados em uma motocicleta assaltaram a agência dos
Correios, localizado na Rua da Prefeitura, na cidade de Sapeaçu, na
tarde desta terça-feira (07), de acordo com informações do site Voz da
Bahia. Segundo o delegado da polícia civil do município, Fábricío
Alencar, os marginais entraram na agência, tiraram o capacete e
anunciaram o assalto. Uma quantia de R$ 500 e diversos celulares de
pessoas que estavam na fila foram levados de uma cliente. Segundo a
polícia, a imagens do sistema de câmeras da loja serão analisadas.

Crise: mulher de Michel Teló volta para a casa dos pais


Michel Teló anda meio afastado da mulher, Ana Carolina, pois está trabalhando muito e sem tempo para se dedicar ao casamento.
A moça cansou de acompanhá-lo nas turnês de shows e decidiu voltar para a casa dos pais em Passo Fundo, no Rio Grande do Sul.
Depois disso, o relacionamento, que já dura três anos, deu uma esfriada.
O cantor deixou claro que está disposto a continuar investindo em sua carreira, que é um sucesso, e que quer aproveitar essa fase.
Mas ele nega que esteja passando por uma crise no casamento.

PMs amotinados temem que AL-BA seja invadida; Atiradores de elite se posicionam em teto próximo


O clima neste momento nas dependências da Assembleia Legislativa
da Bahia (AL-BA) é de pânico entre os policiais militares que
permanecem amotinados no prédio há oito dias. O Bahia Notícias apurou
que o presidente da Associação dos Policiais, Bombeiros e dos seus
Familiares da Bahia (Aspra), Marco Prisco, já solicitou aos companheiros
grevistas que verifiquem “movimentações estranhas” da Polícia do
Exército, que aumentou o efetivo no cerco ao local.
Grevistas acampados declararam ao BN que cresce o boato de que
os militares iriam invadir as dependências da AL-BA na noite desta
terça-feira (7). As especulações tomaram ainda mais corpo após o
secretário estadual da Casa Civil, Rui Costa, estimar a concordância das
demais associações da PM e fim da greve para “até amanhã [quarta]”,
pois haveria uma resistência da Aspra em acatar o acordo. Outro fato
curioso foi o flagrante feito pela reportagem do BN, em que a
aproximadamente 100 metros dali, no teto da sede do Tribunal de Justiça,
atiradores de elite e observadores estão posicionados. O Exército,
porém, diz que o procedimento é “padrão”.

Greve da PM deve acabar agora a tarde diz governador


A greve dos policiais militares da
Bahia pode chegar ao final na tarde desta terça-feira , com um acordo
que deve ser fechado entre o governo do estado e as associações que
representam a categoria, conforme anunciou o governador Jaques Wagner .

“Eu diria que há uma luz muito boa no fim do túnel”, avaliou o gestor
do estado, acreditando que as negociações estão próximas de um desfecho
favorável às partes envolvidas. “Ontem, a negociação foi longa e durou
quase dez horas. Isto é um bom sinal e indica que estamos entrando em um
entendimento”, disse o governador.

Jaques Wagner comentou que o governo trabalha com um orçamento apertado
e de imediato não há como atender as reivindicações salariais exigidas
pela categoria, mas foi colocada na mesa de negociações uma proposta que
garante aos policiais militares um ganho salarial real de 30% acima da
inflação, ao longo de um período de quatro anos.

Tribunal de Justiça fecha portas hoje de novo por causa da greve da PM


O presidente do Tribunal de Justiça do Estado da Bahia, desembargador
Mário Alberto Hirs, baixou na terça-feira (7) um novo ato suspendendo as
atividades no prédio do órgão, dado o temor de advogados e partes de se
dirigirem ao local, que fica atrás do prédio da Assembleia Legislativa
onde os PMs grevistas estão amotinados. Na segunda, 6, Hirs já havia
baixado ato semelhante, também por causa da greve. A expectativa é de
que ele vá renovando a medida até o fim da greve da PM.

Clima de paz entre Exército e manifestantes


Em meio às negociações envolvendo policiais militares grevistas e o governo do estado, o clima pacífico entre manifestantes e Exército foi demonstrado na tarde desta terça-feira (07). O general Gonçalves Dias, força maior da tropa de segurança que cerca a Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA), desde a manhã de segunda-feira (06), deixou a área de isolamento para conversar com os familiares e amigos dos grevistas que ocupam desde a noite do dia 31 de janeiro o prédio da ALBA.
O general foi abraçado e agraciado com um bolo. “Estamos sendo justos com uma pessoa que está sendo justa conosco”, disse Maria Clara, mulher de militar. Durante a conversa, G. Dias fez questão de negociar alguns pontos com os manifestantes que permanecem acampados em frente à Assembleia. Eles solicitaram do general autorização para irem às suas casas e retornarem para o Centro Administrativo da Bahia (CAB) sem serem barrados pelos soldados que isolam o local. A solicitação foi aceita.
Em demonstração de gratidão, os manifestantes cantaram parabéns para o general e abraçaram G. Dias. O clima permanece tranquilo, durante a terça-feira (31), bem diferente de ontem, quando os manifestantes entraram em confronto com os soldados. Bombas de gás lacrimogêneo, balas de borracha e spray de pimenta foram utilizados para conter a ação dos familiares. Hoje, o general permitiu que os grevistas recebessem alimentos e remédios e não houve algum tipo de atrito.  As negociações prosseguem.
Foto: Roberto Viana