Agência do BB é arrombada em Riachão de Jacuípe


Uma agência do Banco do Brasil foi invadida na madrugada desta
quinta-feira (9), em Riachão de Jacuípe, cidade localizada a 183 km de
Salvador. De acordo com informações da TV Bahia, os bandidos utilizaram
um maçarico para arrombar os cadeados da porta principal do imóvel. Eles
tentaram roubar um caixa eletrônico, sem ser impedido por nenhum
segurança do banco. No entanto, nenhuma quantia foi roubada. A polícia
investiga o caso.

Greve da Polícia Militar chega ao fim em Brumado


Ao contrário dos policiais militares grevistas ligados ao movimento
que ocupou a Assembleia Legislativa, a PM de Brumado, no sul do estado,
resolveu pôr fim à greve que durou seis dias no município, de acordo
com informações do Brumado Notícias. O major Arthur Mascarenhas, da 34ª
Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM), comunicou o
encerramento da paralisação após reunião com os soldados. Algumas
viaturas já foram vistas em circulação na cidade.

Comércio de Salvador tem prejuízo de R$ 400 milhões


O comércio varejista de Salvador teve um prejuízo equivalente a R$ 400
milhões durante a greve da Polícia Militar. O valor contabilizado foi
informado nesta quinta-feira, pelo presidente da Confederação Nacional
de Dirigentes Lojistas (CNDL), Roque Pellizaro Junior. De acordo com o
representante da CNDL,  a situação é bastante complicada. “Em Salvador, o
comércio teve de fechar suas portas. O prejuízo é maior principalmente
se isso ocorre no início do mês, que é quando se fatura mais da metade
do ocorrido em todo período”, explicou. Pellizaro ainda se mostrou
preocupado com possíveis manifestações em outros pontos do país.”A gente
já viu pelas gravações divulgadas de que estão planejando mobilizações
para criar imbróglio em outros estados. A greve no serviço publico é
pior do que no setor privado. Neste caso, unico afetado é o cidadão
brasileiro”, reiterou.

Filha de Wando expulsa Agnaldo Timóteo de velório do pai


A família pediu privacidade no velório de Wando — queria apenas
familiares e amigos no cemitério Bosque da Esperança, em Belo Horizonte
–, mas as fãs apareceram mesmo assim para homenagear o ídolo com suas
maçãs e calcinhas. A família só não esperava que uma atitude
desagradável partiria justamente de um amigo de Wando, o cantor Agnaldo
Timóteo. Prestando seu adeus ao colega, o cantor brega quis pegar o
microfone, que estava com o padre, e “agradecer a imprensa por tratar
Wando de maneira respeitosa após sua morte”, mas a filha de Wando,
Gabrielle Burcci, não deixou e pediu que Timóteo fosse embora do
velório. O corpo do cantor foi enterrado nesta quinta-feira, em Minas
Gerais.

 

“A filha dele não me deixou nem agradecer, mas a gente precisa
respeitar a reação de uma família que acaba de perder um mito da música
nacional. Eles estão bravos comigo porque eu falei no programa da Sônia
Abraão que Wando gostava de uísque. Só que eles não sabem que quando eu
fui embora do programa, me disseram que ele não bebia mais há anos e eu
enviei um bilhete pedindo desculpas, que a Sônia leu no ar no mesmo
dia”, disse o músico ao site de VEJA.

“Eu sempre imaginei que Wando gostasse de uísque, porque ele sempre
gostou de bons restaurantes, bons carros… Ele gostava da noite”,
afirmou Timóteo. “Eu tenho uma amizade de 35 anos com o Wando, não 35
dias. Minha relação com Wando era maravilhosa, já até pedi até dinheiro
emprestado para ele. A filha dele nem me conhece, por isso me tratou
assim. Já o Junior, outro filho dele, eu conheço muito bem e sei que ele
deu muito trabalho para o Wando, esteve envolvido com coisas muito
desagradáveis”, disse o músico, sem especificar a que se referia.

Cantor mirim participou de coletiva e se apresentou para mais de 200 pessoas na sede da gravadora


A Central Gospel Music abriu suas portas nesta quarta-feira (08/02) para a imprensa, lojistas, convidados, funcionários da gravadora e fã-clubes do cantor Jotta A. O objetivo foi divulgar o CD Essência, primeiro álbum do jovem talento revelado no Programa Raul Gil. O disco chegará às lojas ainda esta semana e será lançado oficialmente no dia 11 de fevereiro, no programa Vitória em Cristo (exibido na Rede TV!, às 9h, e na Band, às 12h).
A programação começou com uma coletiva de imprensa, momento em que o cantor apresentou em primeira mão, na íntegra, os clipes musicais e respondeu a perguntas sobre a produção do CD, a iniciativa de inscrever-se num concurso de calouros na televisão, entre outros assuntos. “Antes de participar do programa, eu ia para o quintal da minha casa e imaginava tudo isso. Eu pedia a Deus que realizasse um milagre na minha vida, e Ele fez. Tudo o que sonhei aconteceu”, revelou Jotta A aos jornalistas, ao ser perguntado sobre a repercussão após ele ganhar o prêmio no quadro de calouros.
Outra questão levantada pela maioria dos presentes foi a escolha do cantor pela Central Gospel Music depois de receber convites até de uma gravadora internacional. “Necessito de apoio ministerial e não somente de uma gravadora ou distribuidora. O pastor Silas Malafaia sempre me inspirou com suas pregações. Preciso de alguém que me ajude não apenas musicalmente, mas espiritualmente”, pontuou. A mesa de entrevistados também era composta pelo gerente da Central Gospel Music, Ozéias Leal; pelo produtor do CD, David Marx; pelo diretor dos clipes, Vlad, da ASAS Produções; e pela supervisora de comunicação da gravadora, Angélica Gomes.
Após a coletiva, o evento prosseguiu com um coquetel e um pocket show de Jotta A, que também foi prestigiado pelos cantores Marco Aurélio, Rachel Malafaia e Cristina Mel. Mais de duzentas pessoas marcaram presença e se encantaram com a performance do cantor mirim, que preparou um repertório com oito canções, incluindo O Extraordinário, música escolhida em votação pelo twitter para ser o carro-chefe do disco. “Jotta A é um lindo instrumento do Senhor, e eu não poderia deixar de prestigiar este evento. Quem sai ganhando é o povo de Deus, que está conhecendo o lindo testemunho de Jotta A”, declarou Cristina Mel, que conheceu o adolescente de 14 anos num trabalho infantil em Curitiba.
Nani Azevedo, que estava em Governador Valadares (MG), acompanhou o evento ao vivo pelo portal Verdade Gospel e enviou um recado parabenizando Jotta A. Dayan de Alencar, que levou o cantor mirim pela primeira vez ao estande da Central Gospel na Expocristã 2011, ligou durante o pocket show para expressar sua felicidade com a vinda de Jotta A para a gravadora.
Por fim, a diretora executiva da Central Gospel Music, Elba Alencar, falou sobre a expectativa da gravadora. “Este é um novo momento para a Central Gospel Music. É muito importante para nós termos um adorador de 14 anos em nosso elenco. Temos certeza de que as músicas de Jotta A irão tocar o coração de outros jovens como ele.”

Assembleia não foi depredada; servidores já se preparam para voltar ao trabalho


Os policiais militares grevistas acampados na Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA) até a manhã desta quinta-feira (9) não provocaram danos ao prédio durante os dias de ocupação. A informação foi divulgada pelo presidente da AL-BA, deputado Marcelo Nilo (PDT), após conversa reservada com representantes do Exército no Centro Administrativo da Bahia (CAB). Segundo Nilo, “não houve depredação” na Casa e os manifestantes “preservaram o patrimônio público”. Após varredura nas dependências da Assembleia, o acesso ao local será liberado às 10h, quando o expediente deve ser retomado. Servidores e funcionários terceirizados, notificados pela manhã sobre a volta ao trabalho, já se aglomeram no entorno da Assembleia. Em entrevista coletiva, Marcelo Nilo voltou a defender o pedido de desocupação do prédio. “Estou com a consciência tranquila. Felizmente não houve derramamento de sangue, mas qualquer um que tenha a sua casa invadida tem o direito de pedi-la de volta […] eu tive que preservar a segurança dos meus servidores e dos meus deputados”, justificou. Apesar do sentimento de alívio com o fim da ocupação e a prisão do principal líder do movimento, o presidente da Casa evitou falar em vitória. “Nessa guerra não existe vencedor nem vencido”, ponderou.

LÍDERES DOS PMs GREVISTAS DA BAHIA SE REDEM


Manifestantes começaram a deixar, às 6h25m desta quinta-feira, o prédio
da Assembleia Legislativa da Bahia. Segundo o porta-voz da operação,
tenente-coronel do Exército Márcio Cunha, dois dos dez líderes da greve
com mandado de prisão foram presos logo no início da manhã. O líder do
movimento, ex-soldado Marco Prisco, e Antônio Paulo Angelini foram
levados para uma instalação da polícia do Exército, onde ficarão à
disposição da Justiça. Cunha explicou que a exigência de sair pelos
fundos foi atendida por uma equipe de negociadores da Secretaria de
Segurança da Bahia, e não pelo general Gonçalves Dias, comandante da
operação. Ao todo 245 pessoas deixaram o prédio e passaram por uma
revista. A PF faz uma varredura no edifício.
O criminalista Rogério Andrade, que se apresentou como advogado de
Marco Prisco e de outros líderes dos PMs grevistas que estão com o
mandato de prisão decretado, anunciou por volta de 0h30m desta
quinta-feira que o grupo resolveu se render tão logo tomou conhecimento
da decisão do desembargador baiano José Alfredo Cerqueira da Silva de
negar um segundo habeas corpus ao grupo. Segundo ele, diante da situação
era nítido que o governo não recuaria e que o aumento de tropas na
Assembleia Legislativa da Bahia sitiada indicava um risco iminente de
invasão.
– Permanecer ali era só esperar o momento da invasão – disse o advogado.
Rogério Andrade criticou a forma como o governador da Bahia, Jacques
Wagner, tratou da questão. O advogado disse que a greve poderia ter sido
resolvida internamente sem a presença das tropas federais e afirmou que
a divulgação de escutas telefônicas feitas pela polícia baiana,
revelando que Prisco teria incitado a realização de atos de sabotagem,
não influenciou na decisão de Prisco se render.
Na noite de quarta-feira, o cabo bombeiro Benevenuto Daciolo foi preso
quando chegava no aeroporto do Galeão, no Rio. O bombeiro estava em
Salvador participando das negociações da greve de policiais militares da
Bahia. A prisão preventiva de Daciolo foi pedida pelo coronel Sérgio
Simões, secretário de Defesa Civil do Rio, após conversas do militar,
gravadas pela polícia baiana com autorização judicial, terem mostrados
acertos para a paralisação se estender a outros estados, como Rio e São
Paulo.

TURISTAS COMEÇAM A DEIXAR SALVADOR ANTES DO CARNAVAL


O clima de tensão nas ruas de Salvador ainda é grande. O sentimento de instabilidade causado pela greve da Polícia Militar segue forte e já ameaça a realização do Carnaval. Isso porque, muitos turistas que já estão na capital baiana podem voltar para as suas cidades. Esse é o caso do mineiro Eduardo Mendes, em Salvador há uma semana, que está de malas prontas para retornar a Minas Gerais. De acordo com o administrador, ele e sua mulher se sentem desprotegidos. “Não nos sentimos seguros. Com essas notícias de mortes, assaltos, nós estamos nos sentindo muito inseguros”, relatou. Em conversa com o Bahia Notícias, o casal admitiu que voltará ao seu estado antes mesmo da esperada folia momesca.“Nós vamos ficar até o final da semana e vamos embora. Desistimos de ficar para o Carnaval, justamente por essa situação de instabilidade. Com a falta de segurança, decidimos não arriscar”, contou. A pedagoga Cláudia Cruz reforça a percepção de abandono e receio provocada pela paralisação dos PMs. “A gente tem andado tanto nas ruas quanto nas praias. Inclusive, ainda nem passeamos durante a noite por conta disso. Ficamos vigiando, 360 graus. Acredito que, mesmo com a volta dos policiais às suas atividades, não teríamos tanta segurança, até mesmo porque temos que ficar espertos em cidades turísticas. Aqui em Salvador, quando o medo bate voltamos rapidamente ao hotel”, ressaltou.

Irmãs que sofrem da síndrome do lobisomem


A alteração genética conhecida como
síndrome de lobisomem é uma das mais raras do mundo – ocorre em uma
pessoa a cada um bilhão. Mas afetou três mulheres de uma mesma família,
na Índia. Por causa da doença, as irmãs Savita, de 23 anos, Monisha, de
18, e Savitri Sangli, de 16, são cobertas de grossos pelos da cabeça aos
pés.

As três moradoras de uma vila perto da cidade de Pune, herdaram a
hypertrichosis universalis (nome científico da doença) do pai. Elas
controlam o crescimento dos pelos com um creme especial. Mas esperam um
dia ter dinheiro para pagar um especialista e fazer uma cirugia a laser.

Assim como grande parte das garotas na idade delas, as três também
sonham, sem muitas esperanças, em se casar. ´Não é provável. Quem vai
casar com alguém que tem pelos crescendo no rosto?´, diz Savita, a mais
velha.

Segundo o jornal ´Daily Mail´, a hypertrichosis universalis é uma
mutação genética rara. Células que normalmente inibem o crescimento de
pelos em áreas como pálpebras e testa, passam a provocar o crescimento
de cabelos nesses lugares. As indianas ainda possuem três outros irmãos
que não têm a doença.

A cirurgia a laser custa R$12,3 mil por irmã. Para ajudar as três a
pagarem a operação, o cineasta Sneh Gupta está planejando fazer um
documentário sobre elas. E com a visibilidade que vão ganhar na telona, é
possível até que consigam um noivo. Quem sabe?

Deputados baianos reconhecem ações do Estado para encerrar paralisação da PM


Uma comissão, formada por 12 deputados federais e a senadora Lídice da Mata, esteve na Governadoria na tarde desta quarta-feira (8) para apoiar a posição do governador Jaques Wagner em relação às negociações para o fim da paralisação parcial de policiais militares.
O deputado federal Nelson Pelegrino disse que a comissão de parlamentares tem ciência do esforço que o Estado faz para atender as reivindicações da PM. “Reconhecemos o esforço do Governo do da Bahia na busca da valorização profissional e salarial da Polícia Militar. Nos últimos quatro anos, por exemplo, os praças obtiveram ganho real em seus salários e foram adquiridos novos equipamentos, como coletes, armamentos, e viaturas. Foram contratados ainda mais oito mil policiais”.

Governo vai construir e modernizar unidades policiais no estado

A Secretaria da Indústria, Comércio e Mineração, por meio da Superintendência de Desenvolvimento Comercial e Industrial (Sudic), será responsável pela construção e modernização de unidades das Polícias Civil e Militar localizadas em Salvador, Região Metropolitana e cidades do interior do estado. Para isso, um termo de compromisso, no valor de R$ 48,5 milhões, foi assinado nesta quarta-feira (8), pela SICM e a Secretaria da Segurança Pública (SSP.
As unidades (delegacias da Polícia Civil, além de companhias e batalhões da Polícia Militar) serão dotadas de estruturas compatíveis às atividades administrativas e operacionais desenvolvidas. O prazo para a execução dos serviços e obras será de 36 meses. Entre as obras, destacam-se a reforma, ampliação e modernização da sede da SSP, no Centro Administrativo, e a implantação do Departamento de Polícia Técnica de Camaçari e do Complexo de Delegacias de Feira de Santana.

Polícia Rodoviária Federal intensifica as ações na Bahia

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) na Bahia recebeu reforço de patrulheiros e viaturas para aumentar o policiamento nas rodovias federais em todo o estado. Foram relocadas equipes de policiais de vários estados com treinamentos em operações especiais, além de viaturas operacionais e helicópteros, que vieram para a Bahia por tempo indeterminado.
Os principais trechos sob reforço de policiamento são a BR 324, a BR 116, BR 110, BR 101, principalmente Salvador, Feira de Santana e Vitória da Conquista. As equipes de Operações Especiais deslocaram-se para o estado em virtude do aumento da violência percebida desde o último dia 31 de janeiro, quando foi iniciada a paralisação parcial da Polícia Militar.
A PRF também integra a operação de Garantia da Lei e Ordem (GLO), prevista em decreto presidencial e solicitada pelo governador Jaques Wagner à presidente Dilma Rousseff.

Polícia Civil reforça efetivo para Lavagem de Itapuã

Para garantir a segurança de milhares de baianos e turistas que vão participar da Lavagem de Itapuã, a Polícia Civil vai reforçar o efetivo, nesta quinta-feira (9), da 12ª Delegacia, que fica no bairro. Uma delegacia móvel será instalada na Sereia, próximo à Avenida Dorival Caymmi, e funcionará durante toda a festa.
O efetivo vai ganhar um reforço de 37 policiais, entre delegados e investigadores, que vão trabalhar em regime de plantão, das 8h às 20h. Um carro-presídio será deslocado para o bairro e ficará disponível para a transferência de pessoas detidas às unidades policiais.