Michelle Nascimento desabafa após morte de pastor e diz lutar contra pensamentos suicidas


Foto: Reprodução

Michelle Nascimento, que atua como pastora e cantora pentecostal, comentou o triste episódio envolvendo o suicídio do pastor Jarrid Wilson e fez um desabafo, lembrando que ela própria lida com a depressão e pensamentos suicidas.

No Instagram, a artista compartilhou dados sobre a abrangência da depressão nos dias atuais e sintomas, além de abordar problemas relacionados ao diagnóstico e efeitos colaterais dessa avaliação equivocada.

A respeito de Jarrid Wilson, a pastora afirmou que “ninguém pode julga-lo pois sabemos que a luta não é fácil”, e acrescentou: “Depressão e pensamento suicida é a coisa mais triste e dura que podemos passar eu passo ainda por isso. Vc sabia? Minha luta não é fácil. Eu levanto a bandeira e entro nessa guerra pelos meus irmãos”.

“A depressão é um transtorno mental frequente. Em todo o mundo, estima-se que mais de 300 milhões de pessoas, de todas as idades, sofram com esse transtorno. A depressão é a principal causa de incapacidade em todo o mundo e contribui de forma importante para a carga global de doenças”, contextualizou Michelle Nascimento.

A pastora disse ainda que “mulheres são mais afetadas que homens” pela depressão e se aprofundou sobre a descrição da doença: “A condição é diferente das flutuações usuais de humor e das respostas emocionais de curta duração aos desafios da vida cotidiana. […] A depressão pode se tornar uma crítica condição de saúde. Ela pode causar à pessoa afetada um grande sofrimento e disfunção no trabalho, na escola ou no meio familiar”, alertou.

“Na pior das hipóteses, a depressão pode levar ao suicídio. Cerca de 800 mil pessoas morrem por suicídio a cada ano – sendo essa a segunda principal causa de morte entre pessoas com idade entre 15 e 29 anos. Embora existam tratamentos eficazes conhecidos para depressão, menos da metade das pessoas afetadas no mundo (em muitos países, menos de 10%) recebe tais tratamentos”, informou Michelle Nascimento.

Por fim, ela destacou que falta de recursos, de profissionais treinados e o estigma social se colocam como “obstáculos” que a pessoa sofrendo de depressão precisa transpor. “Em países de todos os níveis de renda, pessoas com depressão frequentemente não são diagnosticadas corretamente e outras que não têm o transtorno são muitas vezes diagnosticadas de forma inadequada, com intervenções desnecessárias”, concluiu.

View this post on Instagram

@jarridwilson 💛 Ninguém pode julga-lo pois sabemos que a luta não é fácil. Depressão e pensamentos suicidas é algo muito triste se viver. #setembroamarelo @rodrigoassuncaodoutor #depressao #Suicidio #depressaonaoéfrescura A depressão é um transtorno mental frequente. Em todo o mundo, estima-se que mais de 300 milhões de pessoas, de todas as idades, sofram com esse transtorno. A depressão é a principal causa de incapacidade em todo o mundo e contribui de forma importante para a carga global de doenças. Mulheres são mais afetadas que homens. No pior dos casos, a depressão pode levar ao suicídio. Existem vários tratamentos medicamentosos e psicológicos eficazes para depressão. A depressão é um transtorno comum em todo o mundo: estima-se que mais de 300 milhões de pessoas sofram com ele. A condição é diferente das flutuações usuais de humor e das respostas emocionais de curta duração aos desafios da vida cotidiana. Especialmente quando de longa duração e com intensidade moderada ou grave, a depressão pode se tornar uma crítica condição de saúde. Ela pode causar à pessoa afetada um grande sofrimento e disfunção no trabalho, na escola ou no meio familiar. Na pior das hipóteses, a depressão pode levar ao suicídio. Cerca de 800 mil pessoas morrem por suicídio a cada ano – sendo essa a segunda principal causa de morte entre pessoas com idade entre 15 e 29 anos. Embora existam tratamentos eficazes conhecidos para depressão, menos da metade das pessoas afetadas no mundo (em muitos países, menos de 10%) recebe tais tratamentos. Os obstáculos ao tratamento eficaz incluem a falta de recursos, a falta de profissionais treinados e o estigma social associado aos transtornos mentais. Outra barreira ao atendimento é a avaliação imprecisa. Em países de todos os níveis de renda, pessoas com depressão frequentemente não são diagnosticadas corretamente e outras que não têm o transtorno são muitas vezes diagnosticadas de forma inadequada, com intervenções desnecessárias.

A post shared by Pastora Michelle Nascimento (@michellenasc) on

Felipe Neto: a imbecilidade que seu filho não deveria ver


Felipe Neto. (Foto: Reprodução / Youtube)

O olhar para a câmera revela a falta de convicção no que diz. O sorriso é amarelo, de quem pode verificar a própria consciência e constatar que conseguiu muito dinheiro e fama jogando baixo, apelando para comportamentos imbecilizados que influenciaram por anos adolescentes por todo o país.

O problema é que este rapaz já não é adolescente no papel faz tempo.

Felipe Neto é aquela figura que você precisa reconhecer duas coisas logo de início: 1) ele é um ótimo empreendedor digital e 2) ele não tem nada de bom para oferecer a ninguém, especialmente aos menores de 18 anos.

Felipe diz que não fala mais palavrões. O engraçado é que não apaga os vídeos com milhões e milhões de views, em que a verdade de quem se é fica latente: um ser infantil habitando um corpo adulto, completamente fútil e raso em suas comunicações e posturas e que faz de tudo para chamar a atenção e ganhar seguidores, likes e grana, muita grana.

E sabe por que ele não apaga esses vídeos, que ainda são um material que serve como péssima influência na vida do seu filho? Simples. Porque o compromisso dele não é com o seu público, mas, sim, com o próprio bolso.

Ele “causou” recentemente comprando e distribuindo livros da temática LGBT na Bienal do Livro, no Rio. Vive “tretando” com as pessoas de posição mais conservadora no Twitter. Chegou a encher a paciência da ministra Damares Alves!

Conversando com um amigo meu que é adulto como sou, falávamos do poder de influência deste rapaz, quando o meu amigo me disse: “você tem é inveja dos milhões de seguidores que ele tem!”. Obviamente eu recebi este comentário como uma piada, contudo compreendo que pode ficar essa impressão ao leitor que acompanha este artigo.

Assim, preciso deixar claro ao leitor que, para mim, um ateu que tem como maior construção na vida ganhar muito dinheiro na internet e fomentar uma visão de mundo progressista só me gera um sentimento de compaixão, para que ele possa descobrir um dia que não existe apenas para estas coisas e que há um Deus vivo e verdadeiro que morreu numa cruz para que ele pudesse encontrar a vida e o sentido verdadeiro para serter e fazer – até porque não basta fazer o bem ou minimizar o sofrimento humano; é preciso fazê-lo pela motivação correta e com o propósito alinhado com uma maneira de pensar que redime o sujeito, ao invés de deixá-lo ainda mais carente em inúmeros aspectos.

Meu intuito é alertar você, pai, que não permita que seus filhos adolescentes assistam aos vídeos do Felipe Neto. Ele pode não falar palavrão hoje, mas ainda tenta passar para os seus que as políticas identitárias esquerdistas são totalmente conectadas com a realidade e que seu filho deve estar sempre pronto para receber elogios e bajulações, enquanto nunca preparado para críticas.

Ele ensina aos seus filhos que eles devem ser arrogantes e ácidos nas falas para defender suas ideias e intolerantes com quem pensa diferente. Ele passa a imagem de que o menino pode chegar aos 30 anos e ainda agir como um moleque mimado. Ele permanece – com os vídeos de dois, três anos atrás que não apaga – disponibilizando materiais lotados palavrões imundos, futilidades gratuitas e um comportamento altamente nocivo para adentrar as portas de uma casa habitada por cristãos. G.Prime

Deputada distribui 10 mil livros contra Ideologia de Gênero, em resposta a Felipe Neto


Clarissa Tércio (Foto: Divulgação/Facebook)

A deputada estadual Clarissa Tércio, do Partido Social Cristão (PSC) de Pernambuco, decidiu distribuir 10 mil livros contra a Ideologia de Gênero, como uma resposta a ação do youtuber Felipe Neto, que distribuiu livros de conteúdo LGBT na Bienal do Rio de Janeiro.

O livro “Macho Nasce Macho, Fêmea Nasce Fêmea – Desmascarando a Falácia da Ideologia de Gênero”, escrito por Isac Silva, será distribuído gratuitamente pela deputada.

Felipe Neto decidiu distribuir os livros depois da ordem do prefeito Marcelo Crivella, do Rio de Janeiro, de recolher livros impróprios, com temática LGBT, que estavam sendo expostos de forma irregular na Bienal.

Crivella passou a ser acusado pela grande mídia de promover censura, supostamente por não querer que as crianças vissem dois personagens homossexuais se beijando.

Clarissa destacou que sua ação tem o objetivo de dar uma resposta a ação do youtuber, mas distribuindo livros em Pernambuco.

“Já que Felipe Neto distribuiu 10 mil exemplares com livros em que se exalta essa temática, a Ideologia de Gênero, o relacionamento homossexual para enganar as nossas crianças, nós também vamos fazer algo aqui em Pernambuco. Vamos distribuir 10 mil livros por todo o território pernambucano”, anunciou.

A parlamentar explicou que o livro escolhido promove uma conscientização sobre as mentiras da Ideologia de Gênero, refutando a temática.

Chefe do PCC responsável por negociar drogas com máfia italiana é preso


Foto: Reprodução / Arquivo Pessoal

Policiais civis prenderam, na manhã deste domingo (15), o suspeito de administrar a exportação de drogas do Primeiro Comando da Capital (PCC) a partir do porto de Santos, no litoral de São Paulo.

André de Oliveira Macedo, conhecido como André do Rap, exercia o cargo que é de extrema confiança dentro da organização criminosa paulista.

Antes dele, quem administrava o comércio era Rogério Jeremias de Simone, o Gegê do Mangue, então número um do PCC em liberdade.Ele foi assassinado, junto a seu parceiro Fabiano Alves de Souza, o Paca, porque, segundo investigações, ambos estavam roubando dinheiro da própria facção.

André do Rap era aliado de Wagner Ferreira da Silva, o Cabelo Duro, que foi assassinado, a tiros de fuzil, como queima de arquivo, porque esteve envolvido nos homicídios de Gegê do Mangue e Paca. Atualmente, André do Rap era apontado como o homem de confiança de Gilberto Aparecido dos Santos, o braço direito de Marco Willians Herbas Camacho, o Marcola, em liberdade.

Havia a suspeita, até então, entre investigadores, de que André do Rap ou estivesse vivendo no Paraguai ou Bolívia, assim como Fuminho, ou que tivesse sido assassinado, por seu passado de parceria com Gegê do Mangue e Cabelo Duro. Suspeitava-se, também, que seu corpo poderia ter sido jogado ao mar, também como queima de arquivo.

André do Rap foi preso na manhã de hoje por policiais civis da delegacia de anti-sequestro de São Paulo em Angra dos Reis, no Rio de Janeiro. “É o substituto do Cabelo Duro, responsável pelo tráfico internacional em favor do Marcola”, afirmou à reportagem um policial envolvido na captura.

“É o terceiro homem de influência do PCC preso em 45 dias pela polícia. Dois haviam sido capturados pelo Departamento Estadual de Investigações Criminais (Decic) e, agora, este, pela delegacia anti-sequestro”, complementou.

Segundo a Polícia Civil, durante diligências, uma equipe policial encontrou André do Rap junto de outros três criminosos. Todos eles eram procurados pela Justiça e ligados à organização criminosa paulista.

Foram apreendidos em poder dele um helicóptero e uma lancha de luxo. Ele era procurado por tráfico internacional de drogas e, segundo investigadores, além do porto de Santos, comandava o tráfico de cocaína no estado do Pará, que está entre os mais violentos do país.

Além disso, seria um dos homens responsáveis pela negociação direta com Nicola Assisi, mafioso italiano preso em julho passado na Praia Grande, litoral paulista. Também foi preso na mesma ação o filho do mafioso, Patrick Assisi.

Ambos seriam os correspondentes da máfia calabresa ‘Ndrangheta na América do Sul.

Para operar no Brasil, a ‘Ndrangheta estabeleceu acordos com o PCC, facção forte no estado de São Paulo, entre outros. Em dois anos, ao menos três homens com cargos de liderança na Itália estiveram com a organização brasileira.

Existe a suspeita de que outros dois também estejam ou tenham passado por São Paulo com a mesma finalidade. André do Rap está sendo ouvido hoje no Departamento de Operações Policiais Estratégicas (Dope), órgão da polícia paulista.

A reportagem não conseguiu localizar sua defesa.

Segundo o procurador de Justiça Márcio Sérgio Chritino, que investigou o PCC no início da facção, André do Rap era um dos herdeiros de Gegê do Mangue. “É chefe. Mas o Gegê deixou muitos herdeiros, sendo que nenhum centralizado em tudo o que fazia”, explica. Bahia Notícias

Ansiedade: quando o medo do amanhã me sequestra o hoje


Mulher com insônia. (Foto: Envato / amenic181)

O Brasil é o país da maior festa da humanidade – o carnaval. Tornou-se um patrimônio cultural do mundo. É o campeão da folia, mas também em transtorno de ansiedade. O Brasil sofre uma epidemia de ansiedade.

Segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), o País tem o maior número de pessoas ansiosas do mundo: 18,6 milhões de brasileiros (9,3% da população) convivem com o transtorno.

Tal País, no entanto, é o maior País cristão do mundo. Ainda assim temos índices altíssimos de violência, corrupção, fome, depressão e suicídio (33/dia).

O que é a ansiedade?

A ciência diz que é uma sensação ou sentimento (reações inerentes ao ser humano) decorrente da excessiva excitação do sistema nervoso central consequente à interpretação de uma situação de perigo. O perigo não adoece. O que adoece é a interpretação que o indivíduo faz de uma situação de perigo.

Para a psicologia, a ansiedade é um estado emocional de apreensão, uma expectativa de que algo ruim aconteça. Enquanto o medo tem um objeto definido, a ansiedade é uma emoção difusa, voltada para o futuro.

Outra definição é: uma preocupação intensa, excessiva e persistente e medo de situações cotidianas.

Para o meu pastor e mentor, Neil Barreto, o ansioso é vítima de um sequestro existencial.  Para ele, a ansiedade é o desejo de controle e antecipação do futuro unida ao medo de tal controle e antecipação do futuro não acontecerem.

Então, qual é o problema da ansiedade?

É que nós já sabemos inconscientemente que esta possibilidade, de antecipar e controlar o futuro, é uma falácia. Não podemos lidar com os “amanhãs”. Tudo o que temos é o “agora”.

Na prática, a ansiedade é um sentimento que, de qualquer forma, frustrará quem o possui. Quem foi sequestrado pela ansiedade não poderá viver uma vida plena. Ou a gente remonta a nossa própria percepção do futuro a partir da realidade vivida no presente, ou a gente viverá cada “hoje” nosso angustiado e frustrado.

Eu também diria que a ansiedade é um tipo de incredulidade, uma negação da soberania de Deus. O cristão deveria sempre abandonar tais sentimentos e sensações de forma livre e consciente, pois as promessas do evangelho nos apontam para um futuro de glorificação e alegria eterna.

Três caminhos para a liberdade da prisão que é a ansiedade:

  • Troque a ansiedade pela comunhão com Deus (Filipenses 4.6-9);
  • Pregue a si mesmo o evangelho. Diga ao próprio coração que o seu socorro vem do Senhor (Salmos 121);
  • Mude hábitos, reconheça limitações e separe um tempo nutrir seus relacionamentos. Maycson Rodrigues

Em Brasília, prefeito Silvany Barros tem encontro com chefe de gabinete do ministro da Defesa Civil


Foto: Divulgação | Levy Barros

O prefeito Silvany Barros esteve em Brasília acompanhando a secretária de saúde do município Marcela Torres na última quarta-feira (11), na oportunidade, o prefeito de Manoel Vitorino esteve com Wesley Felinto, chefe de gabinete do secretário da defesa civil em Brasília e entregou o decreto que foi homologado no estado, para também ser homologado pelo governo federal. De acordo com o gestor municipal, o decreto vai ajudar a amenizar os sofrimentos do homem do campo, que vai poder contar com o abastecimento de água potável e ao mesmo tempo receber o auxílio do poder público para enfrentar o período de estiagem com mais qualidade de vida. Levy Barros

Foto: Levy Barros | Divulgação

Após fugir da PRF bandido é detido por policiais da CIPE Central em Manoel Vitorino


Foto: Divulgação

Na tarde de quarta feira (11), uma equipe de PRFs deu ordem de parada a um veículo modelo Agili LTZ, o motorista desobedeceu a ordem de parada e fugiu. Os policiais rodoviários federais iniciaram uma perseguição na rodovia, mas os bandidos abandonaram o carro e embrenharam na caatinga. No interior do carro foi encontrado 1 quilo de substância com características análogas a cocaína e uma pistola PT 100 da marca Taurus, calibre .40, com numeração raspada e dois carregadores vazios. O carro tem registro de furto e roubo datado de 24 de julho de 2019, ocorrência registrada na cidade baiana de Lauro de Freitas. A PRF pediu apoio a CIPE Central e policiais militares da cidade de Manoel Vitorino, que entraram na mata e conseguiram deter um dos suspeito, Kaike dos Santos Batista, morador da cidade de Jequié e velho conhecido da polícia, mas o comparsa conseguiu fugir. Kaike, a arma e o entorpecente foram encaminhados para a Polícia Civil. Jr. Mascote

Manoel Vitorino: Seca faz cidade entrar na lista das 199 com decretos de emergência


Foto: Portal Catingal

Mais uma cidade baiana que sofre com seca entra na lista dos municípios com decreto de emergência reconhecido pelo Estado. Nesta quarta-feira (11) foi a vez de Manoel Vitorino, no sudoeste. Segundo informações da Defesa Civil estadual [Sudec], a cidade tem 75% da populaça afetada pela seca, ou 9,9 mil dos 13,2 mil habitantes, conforme última previsão do IBGE deste ano.

Através do decreto de emergência, a prefeitura pode pedir ajuda de órgãos públicos, como apoio de carros-pipa, e contratar sem exigência de licitação. A seca é considerada mais critica que a estiagem. Enquanto na última, o município passa um período [de abril a julho] sem chuvas. Na seca, o município passa dois [de abril a julho e de novembro a fevereiro] sem precipitações.

Manoel Vitorino se soma aos outros 198 municípios com decretos de emergência por seca e estiagem na Bahia. Em todo o estado, 4,3 milhões são prejudicados pela falta de água e chuva, o que representa 29,3% dos 14,8 milhões de baianos. Bahia Notícias.

Secretária de Saúde de Manoel Vitorino se encontra com Ministro de Saúde em Brasília


Foto: Divulgação | Levy Barros

A secretária da Saúde, Marcela Torres, está hoje (11), em Brasília com a missão de buscar melhorias para a Saúde de Manoel Vitorino. Durante o encontro, a titular da pasta se encontrou com ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta e o deputado federal Antônio Brito. Marcela fez pedidos importantes que vai alavancar a saúde do município ainda mais.

Ainda de acordo com a secretária, acompanhada do prefeito Silvany Barros, tiveram uma recepção calorosa com o ministro Mandetta, que a ouviu atenciosamente sobre as demandas que o município de Manoel Vitorino precisa para continuar fazendo saúde de qualidade para nossos munícipes.

Aproximar os municípios do Governo Federal é uma iniciativa do Presidente Bolsonaro. Cabe aos parlamentares que representa os municípios, fazer a interlocução entre municípios e governo federal e o deputado Antônio Brito vem cumprindo o seu papel quanto representante de Manoel Vitorino.

Breve teremos uma exclusiva com a secretária Marcela Torres que vai nos contar as novidades que estão por vir nos próximos meses para Manoel Vitorino.