Estrada que liga Manoel Vitorino a Catingal fica intrafegável, usuário reclama


Devido as fortes chuvas que caíram no município as estradas que foram recuperadas pela prefeitura várias vezes, inclusive com encascalhamento em vários trechos críticos foram danificadas. Felizmente foram mais de 300 milímetros de chuva que caíram desde domingo a noite na sede do município e na segunda no Distrito de Catingal e em várias regiões, com isso, as estradas foram destruídas em todo município dificultando até mesmo a condução das Máquinas da prefeitura até os locais que se tornou de difícil acesso devido as grandes crateras que se formaram nas estradas.

Em um vídeo nas redes sociais um passageiro, irmão de um vereador do município, reclama e culpa o prefeito por não disponibilizar a pá carregadeira para ficar de plantão aguardando os carros atolarem para serem desatolados. O cidadão ainda acusa este site de pegar pesado na divulgação dos trechos críticos em época chuvosa na gestão do ex-prefeito no qual o seu irmão, hoje vereador, era vice-prefeito. Nossa reportagem se limita em responder as insinuações infundadas do cidadão do vídeo, em respeito ao direito que o mesmo tem de expressar suas ideias e pensamentos. Apenas informamos que todas as nossas reportagem temos fotos e vídeos que comprovam a veracidade dos fatos que presenciamos e reportamos e que, em 9 anos de trabalho prestado ao município nunca negamos espaço neste veículo para nenhum de nossos munícipes.

Hoje estivemos com o Secretário de Obras da prefeitura municipal, Leonardo, que nos garantiu que, amanhã (06), estará com Hélio da Patrol fazendo um levantamento para começar resolver a situação da estrada que liga Manoel Vitorino a Catingal. Leonardo alerta ainda aos condutores, que todo serviço que será realizado será apenas para tornar a estrada trafegável, pois o serviço de recuperação total só será possível após o período chuvoso e que por este motivo os condutores devem dirigir com cuidado para evitar acidentes. 

Este site alerta aos condutores que pretendem passar pela estrada Manoel Vitorino a Catingal que, há muito perigo de crateras, areia, rios e lamaçal.

Os trechos perigosos de Manoel Vitorino para Catingal são: Ladeira próximo a Fazenda de Getúlio, Areia próximo a Sino, Cratera depois da Fazenda de Carlinho e um grande lamaçal depois da Fazenda de Carmelito (Mel).

OPINIÃO DO BLOGUEIRO

Ontem a tarde (05), vinha de Jequié e próximo a Fazenda de Getúlio o carro que eu dirigia atolou dentro de um rio, o carro encheu de água, pedia ajuda a todos que passavam a maioria me ajudaram, uma minoria não fizeram questão e eu os entendi, é que em Janeiro de 2016 eu fiz um vídeo criticando o ex-prefeito que havia abandonado a estrada em período chuvoso por mais de 15 dias, deixando caminhões de umbu atolados por até três dias e farei o mesmo com a atual gestão caso aconteça este ano situações com a mesma magnitude. Só conseguir sair do atoleiro quando dois homens, representante da empresa Aliança mobilizaram os demais que ali estavam para tirar meu carro no braço e assim aconteceu, agradeço a todos que se esforçaram para me prestarem socorro!

Mas até esse momento acontecer, fiquei próximo ao veículo matutando: “Caramba, meu carro está preso na lama, cheio d’agua, eu doente aqui todo molhado, mas lá na minha terrinha as represas estão cheias, meu tanque de cimento que eu bebo água doce o ano todo tá cheio, nossos animais agora tem pasto verde, meu pai não vai mais precisar dar ração o gado, o umbu vai saí com fartura, vai ter feijão verde, milho verde e a Barragem de Pedra que está recebendo grandes volumes de água!, obrigado SENHOR, obrigado, foi o SENHOR quem fez isso”. Quero ver o homem fazer isso!

Não vamos contudo fechar os olhos se o descaso pelo poder público acontecer, mas, até agora, o único culpado por tudo isso é DEUS.

E quem não gostou vá reclamar com Ele!

Bolsonaro descarta cobrar taxas das igrejas: “prestam um trabalho de extrema relevância”


“No que depender de mim, nós manteremos essas isenções”, prometeu Bolsonaro

Foto: Divulgação

Em visita à sede da Comunidade Canção Nova, em Cachoeira Paulista, nesta sexta-feira (30), o presidente Jair Bolsonaro respondeu a diversas perguntas em entrevista coletiva a jornalistas católicos, se emocionou ao lembrar de seu momento mais difícil durante a campanha eleitoral e fez uma promessa às igreja do país: manterá a isenção tributária que atualmente as instituições gozam.

O presidente afirmou, ainda, que as igrejas que trabalham de maneira filantrópica vão continuar a ter isenção de impostos, “porque o trabalho prestado é de extrema relevância, e não é justa qualquer taxação nesse sentido.”

Regra constitucional

De acordo com o art. 150, VI da Constituição Federal, é vedado à União, aos Estados, ao Distrito Federal e aos Municípios, instituir impostos sobre os templos de qualquer culto.

Porém, a isenção do governo a instituições religiosas e as supostas críticas de que alguns líderes religiosos se aproveitem da imunidade para enriquecer ilicitamente fazem com que o tema seja alvo de debate.

Favoráveis

O papel social das igrejas e o risco de que muitas delas desapareçam por falta de dinheiro são os pontos que mostram o perigo do fim da imunidade tributária. As igrejas são entidades de interesse social e sem fins lucrativos. Uma vez que igrejas não possuem receitas provenientes da comercialização de produtos e se bancam com doação de fiéis, a cobrança de impostos poderia inviabilizar financeiramente a prática de determinadas religiões, sobretudo aquelas com menor número de fiéis.

Outro ponto levantado é o retorno do trabalho social das igrejas. De acordo com o senador José Medeiros (PSD), que é presbiteriano e relator do projeto que pode acabar com a imunidade fiscal, estudos mostram que a cada R$ 1,00 que as igrejas recebem de isenção, o governo economiza R$ 5,00 por conta dos serviços de assistência social e recuperação de dependentes químicos realizados pelas igrejas.

Contrários

Críticos à imunidade tributária das igrejas argumentam que o benefício dado às entidades religiosas fere o princípio de laicidade do Estado, pois favorece um tipo de entidade sem fins lucrativos – igrejas – em detrimento de outras – associações não religiosas. Igrejas deveriam, assim, ser tributadas como todas as outras instituições privadas.

Projeto de iniciativa popular contra a isenção

Está em análise no Senado a sugestão legislativa (SUG 2/2015) que pede o fim da imunidade tributária para entidades religiosas. Iniciada por uma internauta no portal E-Cidadania, a consulta obteve mais de 20 mil apoios e passou a ser analisada pela Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa (CDH). Se aprovada pela comissão, pode virar projeto de lei.

A sugestão é uma das mais populares em número de votos no portal. Até a manhã deste domingo, 02, havia recebido 156.482 votos a favor e 166.613 contra. Na comissão, o relator é o senador José Medeiros (PSD-MT). Ele recebeu a relatoria em outubro, após dois outros senadores designados para a tarefa terem devolvido o texto para redistribuição e outro ter deixado a CDH.

A ideia foi apresentada por Gisele Helmer, moradora do Espírito Santo. Publicada em março de 2016 no portal, a sugestão obteve o número necessário de votos (20 mil) em junho do mesmo ano. A autora apontou os escândalos protagonizados por líderes religiosos. Além disso, argumentou que o Estado é laico e que qualquer organização que permite o enriquecimento dos seus líderes deve ser tributada.

Com apoio da Fiol Prefeitura realiza serviço e garante abastecimento de água para Catingal


Foto: Divulgação

Com o longo período de estiagem que Manoel Vitorino atravessa a Barragem de Pedra baixou muito o nível de água, dificultando a captação de água da adutora que abastece o Distrito de Catingal. Essa semana a Prefeitura Municipal de Manoel Vitorino com a parceria da Fiol (Ferrovia de Integração Oeste – Leste), realizou o serviço de alongamento e ancoragem das boias flutuantes, garantindo assim o abastecimento de água em Catingal.

Foto: Divulgação

O vereador Jairo foi quem intermediou junto a Fiol, através do Engenheiro Rogerio que conseguiu máquina para realizar o serviço necessário. Nas redes sociais hoje pela manhã o vereador agradeceu ao Engenheiro Rogerio e ao secretário de Obras Leonardo pelo empenho.

Arca de Noé construída na Holanda vira espaço evangelístico e vai para Israel, diz construtor


Foto: Divulgação

Johan Huibers não imaginava que um dia iria ser o responsável pela construção de uma réplica da Arca de Noé, seguindo exatamente às mesmas medidas descritas na Bíblia, quando leu a história bíblica para seus filhos em 1993. Sua inspiração, no entanto, se tornou realidade em 2012, quando mostrou ao mundo o grande feito pela primeira vez.

“Eu me perguntava se alguém, talvez Disney, já havia construído uma réplica da arca. Então eu decidi que, se não tivesse, eu faria”, disse ele, segundo informações do Jewish Telegraphic Agency.

A intenção de Huibers foi utilizar a Arca como instrumento de evangelismo, especialmente para crianças. “Construí [a réplica da arca] para mostrar às pessoas que Deus existe. Queria que todos, especialmente as crianças vissem que o que está escrito neste Livro é verdade”, explica.

A construção levou 4 anos para ficar pronta, medindo cerca de 135 metros de comprimento, 22,5 metros de largura e 13,5 metros de altura, que correspondem às proporções dos côvados indicados nos capítulos 6 a 9 de Gênesis.

Não há um consenso acerca das informações descritas na Bíblia quanto às especificações exatas da Arca de Noé, mas a réplica construída por Huibers é o modelo mais próximo que há disponível atualmente.

Agora, a intenção do construtor é levar sua obra-prima para Israel. “Meu destino preferido”, disse ele. “Acredito em tudo o que está escrito neste livro, de capa a capa. Como esta é uma cópia do navio de Deus, devemos levá-lo para a terra de Deus”.

Porém, os custos para a viagem são altíssimos, já que a embarcação não possui motores, uma vez que segue o modelo original. É preciso alugar rebocadores para a viagem. A solução foi levantar fundos, incluindo doações, para realizar o seu desejo.

Bolsonaro diz que em seu governo não concederá indulto para presos


Foto: Divulgação

A Constituição Federal prevê a possibilidade de “indulto”, um perdão da pena concedido todos os anos perto do Natal. A decisão é uma atribuição do presidente da República. Em sua conta no Twitter, Jair Bolsonaro avisou que as coisas mudarão no ano que vem.

“Fui escolhido presidente do Brasil para atender aos anseios do povo brasileiro. Pegar pesado na questão da violência e criminalidade foi um dos nossos principais compromissos de campanha. Garanto a vocês, se houver indulto para criminosos neste ano, certamente será o último”, escreveu ele nesta quarta-feira (28).

No mesmo sentido, Sergio Moro, futuro ministro da Justiça e Segurança Pública no governo de Jair Bolsonaro, criticou esta semana as mudanças na Lei de Execução Penal (LEP), que serão votadas na Câmara. A matéria já foi aprovada pelo Senado no ano passado.

Para Moro, algumas medidas previstas no projeto são “problemáticas”.

“Eu não penso que resolve-se o problema da criminalidade simplesmente soltando os criminosos, aí a sociedade acaba ficando refém dessa atividade criminal e me parece que a mensagem dada pela população brasileiras nas eleições não foi exatamente essa”, afirmou o futuro ministro.

Isaías Saad lança “Emanuel” com participação de Gabriel Guedes


O cantor e compositor Isaías Saad lança nesta terça-feira, 27, mais um vídeo de sua série de Live. O videoclipe escolhido foi da canção “Emanuel”, que faz parte de seu CD homônimo, porém essa é uma versão inédita com a participação de Gabriel Guedes. A canção faz parte de uma série de vídeos que o cantor gravou em sua igreja local Bola de Neve e que vem lançando nas plataformas digitais e em seu canal do YouTube. O projeto já lançou videoclipe das canções Espírito Vem (Spirit Break Out) e Estou Aqui que contou com a participação de Luma Elpidio.

Emanuel é uma composição de Isaías que nasceu em um momento em que o cantor estava passando por algumas lutas emocionais. “Em meio as essas situações me lembrei que Deus é Emanuel, Ele nunca me deixa. Isso aconteceu bem na fase que comecei a compor para o meu CD e me lembro de entrar no estúdio com meu amigo André e a gente começou a compor essa música. Me recordo de falar nos meus piores medos, fraquezas, anseios você comigo estás. E por isso, em meio a minha dor, em meio aos meus medos, as minhas dificuldades e as minhas fraquezas eu escolhi cantar que Ele era Deus Emanuel, que Ele nunca me deixarei nunca me abandonaria.” afirmou o cantor

Após a participação de sua amiga Luma Elpídio, o escolhido para fazer parte deste projeto, foi mais um amigo de Saad, Gabriel Guedes. “O Gabriel foi escolhido porque ele é uma voz dessa geração. Temos a mesma faixa etária e ele é um jovem que tem inspirado a mim e a milhares de pessoas. E eu creio que precisamos cantar essa canção em unidade.” declarou Isaías.

Isaías Saad vem se destacando no cenário da música gospel e ficou conhecido ao interpretar a canção Ousado Amor (Reckless Love) com mais de 70 milhões de visualizações, em seu canal do YouTube.

Confira o videoclipe “Emanuel” de Isaías Saad com a participação de Gabriel Guedes: http://bit.ly/IsaiasSaadEmanuel 

Foto: Divulgação

PT promove candidatura de Lula ao Nobel da Paz


Foto: Ricardo Stuckert/ Instituto Lula

O site oficial do Partido dos Trabalhadores anuncia que já existem uma campanha para que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva seja laureado com o Prêmio Nobel da Paz em 2019.

O responsável pela mobilização é o ativista argentino Adolfo Pérez Esquivel, vencedor do prêmio em 1980. Ele está reunindo assinaturas para oficializar a candidatura em janeiro de 2019. A busca é por indivíduos que se encaixam nos critérios estipulados pela organização. Segundo ele, existiriam milhares de pessoas aderindo à campanha desde o ano passado.

O estatuto da Fundação Nobel estabelece que podem subscrever a indicação ao prêmio integrantes de assembleias nacionais, chefes de Estado, reitores universitários, membros, ex-membros e ex-assessores do Comitê Norueguês do Nobel e pessoas que já receberam o prêmio.

A narrativa dos apoiadores do ex-presidente, preso em Curitiba por corrupção e lavagem de dinheiro, é que apresentar Lula como “um lutador incansável contra a fome e a pobreza”. Destacam ainda que ele seria um líder mundial na busca pela paz e pela dignidade humana.

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso foi o primeiro líder brasileiro de expressão a assinar o formulário do Comitê Norueguês.

Malafaia diz que há um “preconceito desgraçado” contra evangélicos no Brasil


Foto: Divulgação

Na entrevista que concedeu à revista Crusoé esta semana, o pastor Silas Malafaia diz que decidiu tomar algumas posturas públicas porque o Brasil vive uma “guerra ideológica”.

Utilizando as redes sociais como uma espécie de palanque eletrônico, ele vem divulgando com mais intensidade nos últimos anos uma série de mensagens em vídeo onde assume a condição de ativista político.

O líder do ministério Vitória em Cristo reclama que ainda existe um “preconceito desgraçado, miserável e gigantesco” contra os evangélicos. Em especial por parte da grande imprensa. “O cara é condenado por alguma coisa e, se é evangélico, escreve lá que ele é evangélico. Um juiz, quando dá uma sentença contra os esquerdopatas, colocam que é evangélico. Agora vamos lá. A Lava Jato. Há mais de 120 caras entre indiciados e tudo o mais. Somos 30% da população, mas tem apenas dois evangélicos”, desabafa.

Os motivos para esse preconceito são listados pelo pastor. “Somos uma contracultura. Combatemos drogas, liberação de drogas. Combatemos o lixo moral. E muito jornalista está envolvido nele, meu filho. Desculpa a expressão, mas cheira cocaína e fuma maconha. Essa é a verdade.”.

Enquanto muitos destes órgãos de imprensa criticam as igrejas por pedirem dízimos e ofertas, ignoram os trabalhos de cunho social feitos por muitas delas. “O trabalho social não tem governo que faça. Veja quantos bilhões o governo gasta por causa das mazelas sociais. Cigarro, bebida, o que provoca doença e desastre. Além de resgatar o homem disso, nós trabalhamos socialmente pela estabilidade das pessoas sem um centavo de dinheiro do governo”, encerra

Dinheiro para o Vaticano

No melhor estilo ‘metralhadora giratória’, ele acusa a imprensa de ignorar as ações da Igreja Católica, enquanto tratam os pastores como exploradores da fé. “O Brasil é o maior país católico do mundo, mas um terço (dos católicos) já foi perdido para os evangélicos. O único país pelo qual os últimos três papas passaram foi aqui. Por quê? De graça? Não. Foi pela força dos evangélicos. Vamos fazer um jogo. Por que ninguém quer saber quantos bilhões saem por ano do Brasil para o Vaticano? É dinheiro nosso. Do povo”.

Segundo ele, essa verba serve para “sustentar rombo do Vaticano e da máfia siciliana”. Declarou ainda que o Vaticano “está entre as quatro maiores reservas de ouro do mundo. Por que ninguém fala isso? Porque não interessa”.

Apesar de a mídia, via de regra, não ser isenta na maneira como retrata os evangélicos, suas igrejas continuam crescendo, enquanto o número de católicos diminui. O líder da Vitória em Cristo explica o porquê. “Nós ensinamos o povo não a viver o Evangelho como uma religião, mas como um estilo de vida onde trabalha, estuda e mora. E ensinamos que Deus abençoa. Ensinamos a ter uma vida cristã fora da igreja. O padre está preocupado com a vida do cara fora da igreja? Não. Não está nem aí se ele é adúltero, se bebe. Aqui está o ponto crucial.”

Michelle Bolsonaro: “tenho chamado na ação social”


Michelle Bolsonaro em seu ministério na igreja. (Foto: Júlia Barbon/Folhapress)

Na manhã da quarta-feira (21), antes de se encontrar com Marcela Temer no Palácio da Alvorada, Michelle confirmou em entrevista coletiva sua intenção de atuar de forma mais marcante na área social.

A futura primeira-dama pretende ter participação ativa no governo, principalmente nas causas que envolvem portadores de deficiência e pessoas que vivem em situação de extrema pobreza.

“Ela sempre tomou a frente de tudo. Uma vez, saiu pedindo dinheiro para reconstruir as casas da Vila dos Carroceiros, que pegou fogo, atingindo a maioria delas”, disse o irmão que foi entrevistado pela Revista IstoÉ.

Sobre atuar na área de ação social, ela disse: “Era algo que eu já fazia antes de me casar com o Jair. Eu tenho um chamado para ação social. É algo que Deus colocou na minha vida, no meu coração”.

Sua família pertence à Igreja Adventista. Michele também frequentava quando vivia em Brasília, hoje em dia congrega na Igreja Batista Atitude, no Rio de Janeiro.

Seu pai Paulo Vicente e sua madrasta Maísa Torres dizem que torcem por ela. O casal vive na Ceilândia Norte, periferia do Distrito Federal e não pretende se mudar. Maísa disse que prefere manter a simplicidade.

Além de simples, a madrasta de Michelle contou que ela também é muito brincalhona. “Agora ela está mais reservada. Um dia vocês a verão como é de verdade”, concluiu.

Cantora gospel Aline Barros faz visita à hospital da AACD em São Paulo


Foto: Divulgação

A cantora gospel Aline Barros postou em seu Instagram algumas imagens emocionantes de sua visita a uma das unidades da AACD (Associação de Assistência à Criança Deficiente) em São Paulo, ela aproveita a visita e presenteia alguns pacientes com seu novo DVD infantil, “ImaginAline”.

Foto: Divulgação

As fotos mostram cenas que ainda iram ao ar, daqui pro dia que acontecerá o grande evento que anualmente é realizado pelo SBT, onde arrecadado doações para ajudar várias unidades da AACD, que é uma associação que presta assistência à crianças que nasceram com alguma deficiência, ajudando a família e o paciente conforme o tratamento adequado.

O evento que junta vários artistas, e diversas celebridade da mídia gospel e secular, é o TELETON, nos próximos dias 9 e 10 de novembro será realizada a 21ª edição da maratona televisiva que vai ao ar pela emissora presidida pelo apresentador e empresário Silvio Santos, durante 27 horas de duração.

Aline Barros é uma das convidadas mais esperada no evento, que contará com várias atrasões que irão contribuir com a programação do show beneficente.